18 de outubro: Dia do Médico é inspirado no apóstolo Lucas

Data foi criada para homenagear os profissionais da medicina e é comemorada em diversos países cristãos.

Fonte: Guiame, com informações do CEFERP e ebiografiaAtualizado: segunda-feira, 18 de outubro de 2021 12:54
Jim Caviezel, no papel de Lucas, no filme “Paulo, o apóstolo de Cristo”. (Foto: Reprodução / Adoro Cinema)
Jim Caviezel, no papel de Lucas, no filme “Paulo, o apóstolo de Cristo”. (Foto: Reprodução / Adoro Cinema)

Dia 18 de outubro é o Dia do Médico, no Brasil. A data tem origem cristã e foi criada em homenagem ao personagem bíblico, Lucas, que foi um dos principais auxiliares de Paulo, como citado pelo apóstolo em Colossenses:

“E Jesus, chamado Justo; os quais são da circuncisão; são estes unicamente os meus cooperadores no reino de Deus; e para mim têm sido consolação. Saúda-vos Epafras, que é dos vossos, servo de Cristo, combatendo sempre por vós em orações, para que vos conserveis firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus. Pois eu lhe dou testemunho de que tem grande zelo por vós, e pelos que estão em Laodiceia, e pelos que estão em Hierápolis. Saúda-vos Lucas, o médico amado, e Demas. Saudai aos irmãos que estão em Laodiceia e a Ninfa e à igreja que está em sua casa. (Colossenses 4:11-15).

A informação sobre a profissão de Lucas também é encontrada no “Prólogo Anti-Marcionita ao Evangelho de São Lucas”, documento que os estudiosos acreditam ser do século II depois de Cristo:

“Lucas é um sírio de Antioquia, sírio pela raça, médico pela profissão. Tornou-se discípulo dos apóstolos e mais tarde seguiu a Paulo até o seu martírio. Tendo servido o Senhor com perseverança, solteiro e sem filhos, cheio da graça do Espírito Santo, morreu com 84 anos de idade.”

Outro indício de sua profissão está na terminologia usada por Lucas em seus escritos. Em algumas passagens, ele usa termos e palavras que mostram certa familiaridade com a linguagem médica da época. Esse indício se tornou objeto de estudos críticos comparativos entre os textos dos evangelhos de Marcos, Mateus e Lucas.

Escritor bíblico

Lucas não foi discípulo de Jesus, durante seu ministério terreno, mas sua fé e convivência com os cristãos o fizeram pesquisar a respeito de Cristo, colhendo testemunhos daqueles que conviveram com Jesus. O resultado dessa dedicação foi sua colaboração com os escritos bíblicos. Um deles relata a vida e o ministério de Jesus, sendo registrado no livro que tem o nome de seu escritor, o Evangelho de Lucas. O outro traz a história da Igreja e a movimentação dos apóstolos para a expansão do evangelho, registradas no Livro de Atos.

De acordo com historiadores, Lucas estudou medicina em Antioquia, na atual Turquia, no que hoje é um sítio arqueológico. Na época de Lucas, a cidade foi um dos centros mais importantes da civilização helênica na Ásia Menor.

Lucas não era hebreu e sim gentio, denominação dada aos que não seguiam a fé judaica, tendo posteriormente se convertido ao cristianismo. Ele teria vivido no século I d.C., mas não se sabe com exatidão a data de seu nascimento, bem como a data de sua morte.

Além de médico, acredita-se que Lucas tenha sido pintor, historiador e músico.

O Dia do Médico é comum em vários países de base cristã, tendo Lucas como o inspirador da data, entre eles: Itália, Portugal, França, Espanha, Bélgica e Polônia, além do próprio Brasil.

A medicina é uma das ciências mais antigas do mundo e era exercida por Hipócrates (460 a.C.-377 a.C.), um médico grego, considerado o pai da Medicina e o mais célebre médico da Antiguidade. Hipócrates nasceu na Ilha grega de Cós, na costa da Ásia Menor, por volta do ano 460 a.C. É atribuída a ele a seguinte frase: “Curar quando possível; aliviar quando necessário; consolar sempre.”

Siga-nos

Mais do Guiame