Quadro do "Zorra Total" satiriza evangélicos e causa polêmica: "blasfêmia"

No quadro, o personagem Admilson se disfarça de pastor faz uma sessão de descarrego, "tira o encosto" e induz as pessoas a darem quantias mais altas em suas ofertas.

Fonte: guiame.com.brAtualizado: quinta-feira, 23 de outubro de 2014 13:21
Quadro do "Zorra Total" satiriza evangélicos e causa polêmica
Quadro do "Zorra Total" satiriza evangélicos e causa polêmica

Quadro do "Zorra Total" satiriza evangélicos e causa polêmicaExibido pela rede Globo no último sábado, 18/10, um quadro do programa "Zorra Total" tem revoltado cristãos em diversas partes do Brasil.

No quadro, o personagem Admilson se disfarça de pastor faz uma sessão de descarrego, "tira o encosto" e induz as pessoas a darem quantias mais altas em suas ofertas. Além disso, o nome da igreja fictícia ("Admilsista do Sétimo Dígito") também sugere alguma alusão à Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Bacharel em Teologia e pastor da Igreja Adventista, Gilberto Theiss criticou o quadro e afirmou que o roteiro "rebaixou ainda mais" o programa.

"O Zorra Total é um programa tão imbecil que seus quadros só raramente causam alguma repercussão, e mesmo quando o fazem é por causa de polêmicas que rebaixam ainda mais a 'reputação' que o programa tem", escreveu o pastor em seu blog.

Já o mestre em Teologia, Michelson Borges destacou que ao veicular o conteúdo, a rede Globo teve uma atitude de blasfêmia e desrespeito contra os adventistas.

"Usaram dezenas de vezes as palavras 'aleluia' e 'glória', em meio ao puro deboche, pronunciadas por personagens ridículos", protestou.

Mídias Sociais
Internautas de diversas partes do Brasil também expressaram o seu repúdio ao quadro do programa "humorístico".

"Sinto-me profundamente ofendido com um quadro no Zorra Total que vocês zombam dos evangélicos, principalmente dos adventistas", revoltou-se Nadson Lima.

Já o internauta Nathan Lins classificou a atitude da emissora como uma busca desesperada por fazer humor.

"Globo, sabemos que vocês não precisam apelar para o 'humor'. O que passou ontem no Zorra Total foi uma ofensa para milhões", comentou em seu perfil do Twitter.

"Lixo" foi a palavra que Julio Ribeiro usou para classificar o conteúdo do quadro.

"Lamentável, Globo, brincar com o nome da Igreja Adventista do Sétimo Dia, fazendo uma paródia absurda em seu programa (lixo) Zorra Total", escreveu.

Em nota, a rede Globo afirmou que o programa "não tem compromisso com a realidade" e que "respeita a diversidade".

"Zorra Total é um programa humorístico, que não tem outro objetivo senão o de entreter e divertir, sem compromisso com a realidade, como registramos ao final de cada episódio. A Globo respeita a diversidade e repudia qualquer preconceito. O Admílson é claramente um personagem cômico que se coloca em variadas situações, tendo sempre o humor como pano de fundo", explica a emissora em nota.

Arquivo
Esta não foi a primeira vez que a Rede Globo gerou revolta entre os telespectadores cristãos.

Em outra ocasião, um quadro do programa "Tá no Ar" usou a abertura da série "Friends" para criar a sátira "Crents".

No quadro, os atores interpretavam personagens de uma "família cristã" e cantavam "Pago o dízimo, 10% para o pastor".

Com informações da UOL

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame