Ao saber da morte de Eduardo Campos, Padilha chora e cancela agenda em São Paulo

Fonte: Globo.comAtualizado: quarta-feira, 13 de agosto de 2014 17:56
Alexandre Padilha em ato de campanha na Zona Leste de São Paulo
Alexandre Padilha em ato de campanha na Zona Leste de São Paulo

Alexandre Padilha em ato de campanha na Zona Leste de São PauloO candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, chorou ao saber da notícia sobre o acidente envolvendo o candidato do PSB à presidência, Eduardo Campos. No momento em que o ex-ministro da Saúde participava de um ato de campanha na Zona Leste de São Paulo, a morte de Campos ainda não havia sido confirmada.

Padilha interrompeu a agenda na Penha, Zona Leste da capital, mas antes disso rezou na igreja do bairro.

"Infelizmente acabei de ser avisado. Foi uma tragédia. O ex-governador Eduardo Campos foi meu colega de governo durante o governo do presidente Lula. Conheci muito a família, a esposa, os filhos. Decidi suspender qualquer outra agenda para que a gente possa ter mais informações e dar conforto à familia e aos amigos."

Campos foi ministro da Ciência e Tecnologia na presidência de Luiz Inácio Lula da Silva.

Siga-nos

Mais do Guiame