Marco Feliciano fala contra o aborto: "Em nosso país, a liberdade sexual vem antes da liberdade de expressão"

Após participar de um debate no Senado sobre a legalização do aborto, o parlamentar aproveitou a oportunidade para alertar os demais deputados sobre os perigos desta proposta.

Fonte: GuiameAtualizado: sábado, 30 de maio de 2015 14:03

Na última quinta-feira (28), o deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) se pronunciou contra a legalização do aborto, em um breve discurso na Câmara Federal.

O parlamentar havia participado de um debate no Senado, sobre o assunto, que contou com a participação de deputados, senadores, médicos, psicólogos e militantes pró-aborto e pró-vida.

Feliciano aproveitou a oportunidade para alertar os demais deputados sobre os perigos da legalização do aborto - que consta na proposta 15/2014, em trâmite no Senado.

"Cheguei há poucos minutos do Senado Federal, onde participei de uma audiência pública sobre o aborto e fiquei estarrecido com os argumentos que ali ouvi. Tramita naquela casa um projeto em que o aborto pode ser aprovado até a 12ª semana de gravidez. Ou seja, uma mulher com três meses de gravidez, o seu bebê pode ser simplesmente eliminado", alertou.

O parlamentar continuou seu discurso, destacando que a proposta é um retrato da atual inversão de valores, no país, que chega a desrespeitar o direito à vida, entre os seres humanos.

"No nosso país acontece uma inversão de valores. Aqui, se você matar um mico-leão-dourado, pode ser preso por crime inafiançável. Mas uma criança pode ser eliminada dentro do ventre da mãe até a 12ª semana de gravidez?", questionou.

Clique no vídeo abaixo para conferir o pronunciamento:

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame