Satanistas organizam protesto para defender clínica de aborto, nos EUA

O Templo Satânico organizou uma "cruzada pró-aborto para apoiar o maior provedor de aborto da América". A clínica Planned Parenthood faz cerca de 320 mil abortos por ano nos Estados Unidos — mais do que qualquer outro grupo especializado.

Fonte: Guiame, com informações de Life NewsAtualizado: segunda-feira, 20 de junho de 2016 19:56
O protesto foi realizado por satanistas que se vestiram de "bebês sadomasoquistas". (Foto: Reprodução/YouTube)
O protesto foi realizado por satanistas que se vestiram de "bebês sadomasoquistas". (Foto: Reprodução/YouTube)

O mercado do aborto vem enfrentando uma forte crise desde que uma série de vídeos denunciou o tráfico de partes dos corpos de bebês, nos Estados Unidos. Embora a legislação reprima as práticas ilegais de aborto, ativistas estão se organizando para lutar pelo efeito contrário.

De acordo com o site Breitbart, o Templo Satânico organizou uma "cruzada pró-aborto para apoiar o maior provedor de aborto da América". A clínica Planned Parenthood faz cerca de 320 mil abortos por ano nos Estados Unidos — mais do que qualquer outro grupo especializado.

O Templo Satânico se tornou um dos maiores defensores da Planned Parenthood. No estado de Missouri, satanistas iniciaram uma ação judicial questionando a lei que exige que as mulheres esperem até 72 horas para realizar o aborto, após a sessão de aconselhamento.

A lei também exige que as mulheres recebam um pacote de informações sobre o desenvolvimento da criança que viria a nascer, os riscos do aborto e os recursos disponíveis para as mulheres que optam por parir. Os satanistas alegaram que o direito do "livre exercício" das mulheres foi violado; no entanto, o pedido foi negado no tribunal.

Apesar da derrota em Missouri, o Templo Satânico continua incitando as mulheres a desafiarem as leis que regem o aborto nos EUA.

Em abril, enquanto ativistas pró-vida protestavam contra as práticas da Planned Parenthood em Michigan, satanistas interromperam a manifestação fantasiados como bebês, usando máscaras e fraldas. Eles também usavam chicotes, mamadeiras e pulverizavam talco.

"A Planned Parenthood deveria estar muito envergonhada de ter estes tipos de pessoas defendendo sua organização. Obviamente, satanistas estão do lado da morte de crianças que ainda não nasceram", disse o grupo pró-vida que organizou a #ProtestPP (#ProtestoContraPlannedParenthood).

Clique no vídeo abaixo para conferir imagens da manifestação em Michigan:

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame