João Campos é eleito presidente da Frente Parlamentar Evangélica

O deputado defende a intervenção de entidades religiosas nos projetos de leis e tornar o aborto um crime.

Fonte: Guiame, com informações de Câmara dos DeputadosAtualizado: quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 13:27
O deputado João Campos (PSDB-GO) foi eleito, por unanimidade, o novo presidente da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional.
O deputado João Campos (PSDB-GO) foi eleito, por unanimidade, o novo presidente da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional.

 

O deputado João Campos (PSDB-GO) foi eleito, por unanimidade, o novo presidente da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional para os próximos dois anos, nesta terça-feira (24), presidida anteriormente pelo deputado Paulo Freire (PR-SP).

O deputado se converteu em 1973 na Igreja Evangélica Assembleia de Deus, na qual pertence até hoje como Pastor Auxiliar, em Vila Nova.

Dois projetos são destaques na gestão de Campos. Um deles é a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 99/11, que permite que não apenas igrejas, como qualquer entidade religiosa, declare que uma lei ou parte dela é inconstitucional ou confirme a constitucionalidade de uma lei federal ao Supremo Tribunal Federal (STF).

“Alguns temas dizem respeito diretamente às entidades religiosas. A questão da imunidade tributária, por exemplo, assim como a liberdade religiosa e o ensino religioso facultativo, entre outros. Se tivermos em algum momento alguma lei que fere um desses princípios não teríamos como questionar isso no Supremo. Com a proposta, estamos corrigindo uma grave omissão em que o constituinte incorreu ao deixar essa lacuna”, argumentou o parlamentar.

Outro destaque é o Estatuto do Nascituro (Projeto de Lei 478/07), que garante direitos ao nascituro e sua inclusão em políticas sociais públicas, transformando o aborto em crime hediondo.

“A nossa pauta é a pauta da família, da vida, do estado laico, da ampla liberdade religiosa. Por isso vamos priorizar a aprovação da PEC 99/11 e do Estatuto do Nascituro. Além disso, sem prejuízo dos projetos nossos, estaremos muito vigilantes em relação aos projetos que contrariam nossos princípios, nossos valores, e que contrariam os interesses que nós defendemos", disse o parlamentar.

A frente evangélica é composta por 82 parlamentares, entre deputados e senadores. As reuniões de trabalho ocorrem toda terça-feira, às 16h30. Às quartas-feiras, são realizados cultos na Câmara, às 8h30.

 

 

 

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame