Filhos de Flordelis são condenados por assassinato do pastor Anderson do Carmo

Dois dos filhos de Flordelis, Lucas e Flávio, foram sentenciados à prisão por envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo.

Fonte: Guiame, com informações do G1Atualizado: quarta-feira, 24 de novembro de 2021 12:49
Lucas (sentado à esq.) e Flávio (sentado à dir.) durante julgamento. (Foto: Nicolás Sartriano/g1)
Lucas (sentado à esq.) e Flávio (sentado à dir.) durante julgamento. (Foto: Nicolás Sartriano/g1)

Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas Cézar dos Santos Souza, filhos da ex-deputada federal Flordelis, foram condenados nesta quarta-feira (24) pela morte do pastor Anderson do Carmo, depois de 15 horas de julgamento.

Acusado de atirar no padrasto, Flávio (filho biológico de Flordelis) foi condenado a 33 anos e dois meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma, uso de documento ilegal e associação criminosa armada.

Lucas, filho afetivo da ex-deputada que comprou a arma do crime, foi condenado a 7 anos e meio de prisão por homicídio triplamente qualificado. Sua pena foi reduzida por sua colaboração com as investigações.

O pastor Anderson do Carmo foi assassinado a tiros em 2019. Desde então, a polícia de Niterói tem investigado o caso, que já apresenta vários desfechos.

Flordelis, acusada de ser a mandante do crime, ainda não tem julgamento marcado. Ela está presa desde o dia 13 de agosto, sob acusação de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada.

A sessão que julgou os dois filhos de Flordelis começou na tarde desta terça-feira (23) e a sentença foi proferida pela juíza Nearis dos Santos Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, após 15 horas de julgamento.

Os réus foram interrogados e oito pessoas prestaram depoimento. Entre elas, a delegada Barbara Lomba, que apontou Flordelis como responsável por elaborar uma carta que culparia outros filhos pelo assassinato do pastor.

A carta teria sido copiada por Lucas a mando de Flávio, quando os dois estavam presos na penitenciária Bandeira Stampa, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu.


Juíza Nearis dos Santos Arce durante a leitura das sentenças. (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Em seu interrogatório, Lucas afirmou que Flávio queria acabar com o sofrimento da mãe por causa de "trâmites" de Anderson em Brasília. Ele disse ainda que não sabia que a arma que comprou seria usada para matar o pastor.

Também foram ouvidos outros filhos de Flordelis: Roberta dos Santos, que apontou Flávio como uma “pessoa ruim”, Misael, que acredita que a mãe é responsável pela morte de Anderson e Luana Rangel, casada com Ismael. Além disso, também falaram Regiane Ramos, testemunha de defesa e ex-patroa de Lucas, e mais dois delegados responsáveis pelo caso.

Os advogados de Lucas concordaram com a pena imposta a ele. Já a defesa de Flávio afirmou que vai recorrer da sentença. 

Siga-nos

Mais do Guiame