“Feitiçaria” é o termo mais pesquisado no aplicativo da Bíblia em 2021

A Bíblia alerta sobre as farmacêuticas? Apoia o uso de máscara? Cristãos buscaram respostas no Google em 2021.

Fonte: Guiame, com informações do Christianity TodayAtualizado: segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 18:51
Imagem ilustrativa de vacina. (Foto: Pixabay/Klaus Hausmann)
Imagem ilustrativa de vacina. (Foto: Pixabay/Klaus Hausmann)

Em 2020, quando a pandemia começou a atingir o mundo, cristãos procuraram na Bíblia online versículos relacionados a medo, conforto e cura. Um ano depois, suas pesquisas na internet mudaram.

Segundo a plataforma Bible Gateway, o termo com maior aumento no número de pesquisas é “feitiçaria”, que teve 193% mais consultas do que em 2020. O impulso foi inspirado não por causa da bruxaria em si, mas por argumentos contra a vacina da Covid-19.

“O aumento das pesquisa sobre feitiçaria está relacionado ao aumento do interesse pela palavra grega pharmakeia, que de acordo com o Dicionário Mounce Concise Grego-Inglês Dicionário do Novo Testamento, significa 'emprego de drogas para qualquer propósito; feitiçaria, magia, encantamento'”, explica Jonathan Peterson, gerente de conteúdo do Bible Gateway. 

Alguns cristãos citam o termo afirmando que a Bíblia adverte profeticamente contra a vacina e os passaportes da vacina, devido à raiz com a palavra farmacêutica.

Pharmakeia é usado em Gálatas 5:20, quando o apóstolo Paulo lista as obras da carne. 

Nos debates sobre a vacina, os cristãos são mais propensos a apontar seu uso em Apocalipse 18:23, em uma declaração feita contra a Babilônia: “Seus mercadores eram os grandes do mundo. Todas as nações foram seduzidas por suas feitiçarias.”

Pharmakeia e a teologia escatológica

Em um artigo do USA Today, uma mulher cristã do movimento Raízes Hebraicas citou a pharmakeia em Apocalipse 18:23 como sua razão para solicitar uma isenção religiosa dos requisitos de vacinação no hospital de Kentucky onde ela trabalha.

O cantor cristão Danny Gokey, estrela do American Idol, afirmou no Twitter, em 30 de novembro: “Apocalipse também enfatiza como o mundo inteiro será enganado pela Pharmakeia. Fonte: Apocalipse 13:17 e 18:23.”

Antes da pandemia, alguns líderes faziam referência ao “espírito da pharmakeia” para alertar sobre os perigos espirituais do uso de drogas. Outros sugeriam que Paulo usava o termo para se referir a método de abortos antigos, que eram induzidos por meio de poções medicinais.

O termo foi trazido de volta à discussão sobre as grandes farmacêuticas, que têm lucrado com a vacinação da Covid-19, já que a passagem do Apocalipse faz referência à importância dos “mercadores” na Babilônia.

O pastor australiano Steve Cioccolanti, autor de vários livros sobre numerologia, disse recentemente no Twitter: “É de se admirar que o Apocalipse nos avise sobre drogas ou feitiçaria 'pharmakeia'? Esta é uma máfia das drogas substituindo Jeová Rafá (o Senhor que sara)”.

A ideia de que a vacina da Covid possa ter relação com a “marca da besta” não é uma interpretação bíblica unânime. O teólogo Craig Keener, renomado estudioso do Novo Testamento, observa que o tratamento médico da Covid não é acompanhado por exigências de renunciar a Jesus ou adorar um deus falso.

Cuidados médicos na Bíblia

O versículo que teve o maior aumento no tráfego em 2021 também está relacionado a debates sobre a pandemia. O texto de Levítico 13:45-46 teve um aumento de 626% nas pesquisas, por causa de uma menção às pessoas infectadas que deveriam “cobrir seu rosto”.

“Quem ficar leproso, apresentando quaisquer desses sintomas, usará roupas rasgadas, andará descabelado, cobrirá a parte inferior do rosto e gritará: ‘Impuro! Impuro!’ Enquanto tiver a doença, estará impuro. Viverá separado, fora do acampamento”, diz Levítico 13:45-46.

Este versículo tem sido usado por aqueles que incentivam o uso de máscaras e outras precauções de saúde pública. Um epidemiologista da Federação de Cientistas Americanos compartilhou o texto de Levítico como um exemplo de “uso de máscara e quarentena na Bíblia”.

A pastora Rhoda Klein Miller, da Igreja Adventista de Oakridge em Vancouver, acredita que esta passagem representa “diretrizes dadas por Deus para a prevenção de doenças”.

“Embora a ciência médica tenha levado milhares de anos para explicar e confirmar essas práticas, não devemos nos surpreender que o Projetista dos nossos corpos soubesse como melhor proteger e cuidar deles”, escreveu ela.

Segundo Stephen Smith, diretor sênior de projetos digitais do Bible Gateway, o versículo que teve o segundo maior aumento de pesquisa foi um verso sobre Satanás em Lucas 10:18, que teve maior procura quando o rapper Lil Nas X lançou seus “tênis de Satanás” em março. 

No versículo, Jesus diz: “Eu vi Satanás cair como um raio do céu”, com um aumento de 518% de procura em relação ao ano passado.

Siga-nos

Mais do Guiame