Cristã se torna mãe após recusar aborto em gravidez de risco: “Verdadeiro milagre”

Pedro Yan sobreviveu milagrosamente a uma gestação difícil com infecção urinária alta, pressão alta, diabete gestacional e duas voltas do cordão umbilical em seu pescoço.

Fonte: Guiame, com informações do Site Mulher CristãAtualizado: quinta-feira, 29 de julho de 2021 18:10
Luzineide Crispim e seu filho Pedro Yan. (Foto: Site Mulher Cristã).
Luzineide Crispim e seu filho Pedro Yan. (Foto: Site Mulher Cristã).

A cristã Luzineide Crispim dos Santos, de 41 anos, foi diagnosticada com ovários policísticos, logo após casar em 2009, e ouviu do médico que teria dificuldade em realizar o sonho de ser mãe

Para ela, engravidar seria um desafio devido às taxas hormonais alteradas, hirsutismo leve e autoestima baixa. “Estava desmotivada e triste”, contou Luzineide ao Site Mulher Cristã. A cristã já tinha passado por outros problemas de saúde, em 2008, quando precisou fazer uma cirurgia para remover cálculos renais. 

Em 2010, Luzineide engravidou, mas acabou perdendo o bebe com 13 semanas. “Que experiência dolorosa! Mas estar na presença do Senhor Jesus Cristo me ajudou a superar toda situação e prosseguir. Segui confiando no Senhor e crendo. Lucas 1.37 foi o versículo que me ajudou”, disse ela.

Em 2012, a mulher engravidou novamente, mas enfrentou uma gravidez de risco. Luzineide desenvolveu infecção urinária alta e diabetes gestacional, e os médicos afirmaram que interromper a gravidez seria a decisão mais indicada.

A cristão se recusou a abortar o filho e procurou ajuda de outra obstetra, que mesmo sendo uma gravidez improvável, concordou em tentar salvar a gestação. 

“Para glória do Senhor, Pedro Yan Crispim Ikebuaku nasceu em agosto de 2013. Saudável e perfeito. Foram feitos exames para comprovar sua saúde, pois não seria possível gerar um bebê com infecção urinária alta, pressão alta, diabete gestacional e duas voltas do cordão umbilical no seu pescoço. Um verdadeiro milagre!”, testemunhou a mãe.

Colecionando milagres

Luzineide também relata mais um milagre vivido. Em 2016, ela descobriu um câncer no pâncreas e fez uma cirurgia para retirar o tumor.  Após o procedimento médico, a cristã soube que Deus havia lhe dado um livramento. “Não houve metástase, apesar de a lesão ser grande. O cirurgião me chamou de sortuda, pois o tumor estava encapsulado. Aleluia!”, contou Luzineide.

Em 2017, a mulher precisou passar por mais uma cirurgia e novamente foi surpreendida por Deus. “O cirurgião disse que o que estava lá foi retirado por alguém antes dele. Algo inexplicável, mas com propósito divino.

Por orientação médica, Luzineide faz os exames periódicos a cada ano e todos eles comprovam sua cura. “Os marcadores tumorais estão normalizados para Glória de Deus e eu sigo em frente, confiante, obediente e perseverante na fé. Sobrevivi”, celebrou.

 

Siga-nos

Mais do Guiame