Perseguição aos cristãos vai além de prisões e mortes, alerta instituição

International Christian Concern diz que os perseguidos vivem geração após geração em um ciclo interminável de pobreza e opressão.

Fonte: Guiame, com informações da ICCAtualizado: quinta-feira, 8 de julho de 2021 15:53
Professora dá aula na Escola de Rua administrada pelo bem-estar infantil e juvenil da ARM, em Karachi, Paquistão. (Foto: Reprodução / International Christian Concern)
Professora dá aula na Escola de Rua administrada pelo bem-estar infantil e juvenil da ARM, em Karachi, Paquistão. (Foto: Reprodução / International Christian Concern)

A International Christian Concern (ICC) faz uma abordagem diferente sobre a perseguição aos cristãos, mostrando que a maioria das pessoas pensa em perseguição apenas quando um pastor é ameaçado, espancado ou até morto por sua fé. No entanto, a instituição de defesa do cristianismo mostra que embora essas situações sejam o lado visível da perseguição, existem raízes que alimentam essa expressão visível e violenta de ódio.

O cerne da perseguição é muito mais profundo do que a violência superficial, afirmam. ‘A perseguição se espalha por toda a comunidade, infectando tudo o que toca. É um sistema tóxico que oprime, aprisiona e escraviza as comunidades cristãs. As barras desta prisão são a discriminação no trabalho, a educação precária e a falta de acesso ao capital’, explicam.

Eles afirmam que esses elementos nunca vão embora e criam um ciclo vicioso de opressão que se repete por séculos.

Consequentemente, a perseguição também é uma prisão para as mentes dos crentes perseguidos que é um ciclo quase impossível de quebrar.

A discriminação no trabalho muitas vezes deixa apenas os empregos mais servis disponíveis para uma família perseguida. Frequentemente, exigem muita mão de obra e recebem muito pouco. A educação que os cristãos recebem nas comunidades perseguidas é terrível. Portanto, crianças de 8 a 10 anos são puxadas da escola para o trabalho em tempo integral.

Mesmo sem educação e discriminação no trabalho, o crente perseguido ainda teria esperança de se libertar da prisão se tivesse acesso a capital para abrir um negócio. Mas isso também é negado.

Sem esses elementos, seu destino está decidido e eles não têm esperança de jamais se libertar da prisão construída para mantê-los contidos.

Ciclo interminável

Os perseguidos vivem geração após geração em um ciclo interminável de pobreza e opressão.

“Fazemos curativos nos corpos quebrados, restauramos as igrejas que estão destruídas, resgatamos as famílias dos mártires, mas é lavar, enxaguar e repetir. Geração após geração”, explicam.

A ICC mostra diz que “infelizmente, as vítimas mais negligenciadas e vulneráveis ​​da Igreja perseguida geralmente são as crianças”.

“Nosso sonho durante anos foi ajudá-los a sair de suas prisões e equipá-los com as ferramentas necessárias para quebrar o sistema”, declaram.

Sinal de esperança

Em 2016, começamos a Hope House para ministrar aos mais jovens dos perseguidos. Oferecemos aulas após o horário escolar regular para fornecer a eles uma educação avançada. Ensinamos a eles habilidades comercializáveis, como inglês, matemática e leitura e escrita em sua língua nativa.

O próximo nível do sonho é começar a trabalhar com crianças em idade escolar e universitária com uma abordagem multicamadas para atingir todos os níveis da comunidade.

Foi quando sonhamos com o conceito de Transformação de Geração. Vamos investir em uma comunidade cristã. Forneceremos bolsas de estudo para faculdade, treinamento vocacional e subsídios para pequenos negócios para jovens cristãos empreendedores.

Os participantes terão acesso a escolas particulares de segundo grau, faculdade e treinamento vocacional. Por fim, estaremos trabalhando para o ensino à distância nas escolas cristãs dos Estados Unidos.

Escolha uma comunidade, despeje recursos, destrua a prisão.

Chamamos isso de Transformação de Geração. Anunciamos isso no final de 2020 e agora estamos iniciando esse trabalho inovador.

Em 2021, o ICC concederá de 10 a 20 bolsas de estudo para universidades, 40 a 60 bolsas de treinamento vocacional e 20 a 40 bolsas para pequenas empresas, tudo dentro de uma comunidade de irmãos e irmãs perseguidos.

“Olhamos para a promessa do Senhor a um povo sofredor no livro de Jeremias: ‘Pois eu sei os planos que tenho para você ... planos para prosperá-lo e não prejudicá-lo, planos para lhe dar esperança e um futuro’”, declaram.

“Nosso desejo mais profundo é ser as mãos e os pés para ajudar a inspirar esperança nessas comunidades e proporcionar a elas um futuro melhor”, diz a ICC. “Nossa oração é para ver uma comunidade de crentes perseguida transformada e convidamos você a se juntar a nós”.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame