MENU

Israel

Menina de 11 anos encontra moeda cunhada por sacerdote do Segundo Templo

A moeda apresenta a inscrição “Santa Jerusalém” e se refere à sede do Sumo Sacerdote no Templo.

Fonte: Guiame, com informações do Jerusalem PostAtualizado: terça-feira, 23 de novembro de 2021 12:54
Liel Krutokop, de 11 anos, com a moeda que encontrou. (Foto: Yaniv Berman/Cidade de Davi e Autoridade de Antiguidades de Israel)
Liel Krutokop, de 11 anos, com a moeda que encontrou. (Foto: Yaniv Berman/Cidade de Davi e Autoridade de Antiguidades de Israel)

Uma rara moeda de prata do período do Segundo Templo foi encontrada por uma menina de 11 anos em Jerusalém, anunciou a Autoridade de Antiguidades de Israel nesta terça-feira (23). 

A moeda provavelmente foi cunhada há 2 mil anos por um sacerdote que se juntou aos judeus na grande revolta contra o domínio romano, no ano 70 d.C., pouco antes da destruição do Segundo Templo.

“Este é um achado raro, pois de milhares de moedas descobertas até agora nas escavações arqueológicas, apenas cerca de 30 moedas são feitas de prata, do período da Grande Revolta”, disse o Dr. Robert Kool, Chefe do Departamento de Moeda da AAI.

A moeda é feita de prata pura e pesa cerca de 14 gramas. De um lado, ela apresenta uma xícara e a inscrição “shekel israelense” e “segundo ano” — referindo-se ao segundo ano da revolta (67-68 d.C.). Do outro lado, outra inscrição diz “Santa Jerusalém” na escrita hebraica antiga e é acompanhada por outra palavra que, segundo os especialistas, se refere à sede do Sumo Sacerdote no Templo.

Enormes reservas de prata eram mantidas no Templo. Provavelmente, a moeda veio dessas reservas, devido à qualidade de sua prata. “Nesse caso, podemos dizer com cautela que esta moeda é um dos únicos itens que temos hoje que se originou no próprio Templo”, disse Kool. 

A moeda foi encontrada por uma menina que participava do projeto de peneiração “Emek Tzurim”, enquanto vasculhava a terra escavada na Estrada da Peregrinação.

"Quando cheguei ao Emek Tzurim, pensei que devia haver moedas simples nos baldes, mas não achei que fosse encontrar uma moeda sozinha, principalmente uma moeda tão rara de prata pura”, disse Liel Krutokop, uma menina de 11 anos da cidade de Petah Tikva, que foi com sua família fazer pesquisas arqueológicas na Cidade de Davi. 

“Tive a sorte de encontrá-la, mas também quero agradecer à minha irmã por ter escolhido o balde que peneiramos. Se ela não tivesse escolhido este balde, provavelmente não teria encontrado a moeda.”

Siga-nos

Mais do Guiame