Um casamento bem sucedido requer um tom suave na comunicação

Fonte: guiame.com.brAtualizado: segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 10:41
Um casamento bem sucedido requer um tom suave na comunicação
Um casamento bem sucedido requer um tom suave na comunicação

Um casamento bem sucedido requer um tom suave na comunicaçãoO ministro escocês Hugh Blair disse: "Gentileza corrige o que quer que seja ofensivo em nossa maneira de agir". Se você duvida desse fato, basta perguntar a alguém que é casado. O tom em casa pode construir ou acabar com um casamento. É por isso que todo casamento "tonificado" requer um "baixo tom" de comunicação.

O tom de voz usado entre maridos e esposas não é o único fator crítico para a harmonia conjugal, mas com certeza está no mesmo nível. Afinal, "a resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira." (Provérbios 15: 1)

Basta pensar quantas vezes em sua vida você já viu este conselho ser jogado fora. Se você é casado ou não, eu tenho certeza que você reconhece a forma como as palavras duras e tons raivosos só adicionam combustível para o fogo do conflito e da discórdia. Todos nós já experimentamos isso pessoalmente, e nós testemunhamos isso na vida dos outros também.

O casamento pode ser o céu na terra, ou o inferno na terra. Grande parte do tempo ele está em algum lugar no meio disso. Mas se você quer muito mais do céu em seu casamento, e muito menos o inferno, você vai precisar baixar o tom de sua comunicação. Sem isto, seu casamento vai raramente ou nunca alcançar as alturas que se pretendia alcançar.

A dura resposta ao seu cônjuge durante o conflito é como jogar gasolina no fogo. Por outro lado, um tom suave é como derramar água sobre o fogo. E, embora seja fácil de descrever estas dinâmicas, elas podem ser muito desafiadoras para utilizar um tom suave no calor do momento.

Então o que é um casal deve fazer quando o fogo do conflito se inflama em seu casamento?

Eu sei de uma única solução para este dilema. Há um rio de águas vivas que flui do céu. Ele entra na alma humana no momento da conversão espiritual. E flui no interior de cada fiel. Quando um cristão diz "não" ao pecado, incluindo o pecado de "comunicação dura", um rio de gentileza de Deus flui livremente. Por outro lado, quando um crente deixa-se tomar pela raiva e usa tons ásperos, o rio torna-se temporariamente bloqueado.

O fruto do Espírito Santo não é a maldade, mas a mansidão (veja Gal. 5: 22,23). Na verdade, a mansidão é destinada a ser um dos traços constantes e permanentes de um crente. Mas a menos que siga levando mais do Espírito momento a momento, podemos facilmente escorregar em um hábito de usar o tom errado com nosso cônjuge e outros pessoas.

Pela graça de Deus, marido e mulher podem se falar novamente. Eles podem adotar um tom mais baixo. Eles podem passar por dificuldades, e permitir que o Espírito Santo, mais uma vez controlar suas palavras, seu tom, e a atmosfera de sua casa. Poucas coisas são piores do que a atmosfera espiritual preenchida com as nuvens escuras de hostilidade, e os relâmpagos de crítica cáustica e amargura.

Se você é um cristão, a sua vida de discipulado será testada em casa mais do que em qualquer outro lugar. O lar é o lugar onde os discípulos aprendem muito sobre a maturidade espiritual. E isso pode ser extremamente desanimador quando você fica aquém do plano de Deus.

Mas não desista. Há esperança. Há um caminho de volta para o lugar de gentileza. De fato, muitos casais estão apreciando esse espírito doce em sua casa hoje. Apesar de seus conflitos conjugais, o que todos nós já tivemos, eles estão desfrutando de muito respeito e cuidado de amor macio em seu casamento.

Precisamos desesperadamente do manancial de Deus para nos encher todos os dias, e até mesmo a cada hora. Annie Hawks escreveu um hino com estas belas palavras: "Eu preciso mais de você todas as horas, gracioso Senhor; Nenhuma voz terna como a Tua paz pode pagar. Eu preciso de Ti, oh, eu preciso de Ti; A cada hora que eu preciso de Ti, Oh, me abençoe. Agora, meu Salvador, eu venho a Ti".

Oh, como nós precisamos de Jesus. Precisamos dEle em nosso coração, e nós precisamos dEle em nossa casa. Vivemos em um dia em que muita amargura e raiva latente permeiam a nossa cultura. E ainda há um lugar de paz, onde o Salvador reúne-se com o seu povo, e os enche com o fruto da mansidão. É um lugar tranquilo. E Ele está lá agora, se você quiser falar com Ele sobre a sua necessidade de um casamento bem sucedido.

Você pode fazê-lo. Você pode ser honesto consigo mesmo e com o seu cônjuge. Vocês dois podem fazer grandes progressos nesta área, como confiar no Senhor. E o seu casamento, então, assume um aroma do céu na terra. Qualquer outra abordagem tende a levar de volta para a fonte poluída da natureza pecaminosa. Só a fé em Cristo resulta na água refrescante da fonte de Deus.

Assim, a escolha é sua, e minha. Nossos casamentos podem ser preenchidos com a graça de Deus. Mas só quando adotamos o tom da fala suave, um coração quieto, e a comunicação amorosa. Qualquer outra coisa resulta em apenas duas pessoas existentes sob o mesmo teto, com um monte de nuvens de tempestade que enchem seus corações e sua casa.

Se você é casado, eu suspeito que vocês dois não pretendem nunca afastar-se de uma comunicação suave. E, no entanto isso acontece. Mas não desista. Olhe para Cristo. Converse com Ele e com o seu cônjuge. Peça a Jesus para perdoar os seus pecados, e, em seguida, seja rápido para perdoar os pecados que seu cônjuge cometeu contra você.

"Confesse seus pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para que vocês possam ser curados." (Tiago 5:16)

Você e sua esposa estão bem cientes de suas imperfeições. Mas lembre-se deste fato: "Gentileza corrige o que quer que seja ofensivo em nossa maneira de agir". E assim, quanto mais cedo nós optarmos por baixar o tom da nossa comunicação, mais cedo o nosso casamento pode experimentar a atmosfera do Céu.

Por Dan Delzell

*Texto publicado originalmente no ChristianPost

**Tradução por João Neto - www.guiame.com.br 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame