Pertencer à família (igreja) e cuidar dela

A família de Deus, por intermédio de Jesus Cristo, foi agregada em um corpo.

Fonte: Guiame, Maurício GuedesAtualizado: quarta-feira, 16 de junho de 2021 16:17
(Foto: Canva)
(Foto: Canva)

Portanto, vocês já não são estrangeiros nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e membros da família de Deus.” Efésios 2:19.

Nossa decisão por Cristo nos leva a fazer parte de uma família que está espalhada por toda a terra. Quando recebemos Jesus Cristo como nosso Salvador, somos integrados nessa família. Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome, Efésios 3:14,15.

Porque pertencer à família de Deus?

- Porque na família há crescimento. A família de Deus, por intermédio de Jesus Cristo, foi agregada em um corpo. Esse corpo é a igreja, também conhecida como família cristã. “Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.” 1 Coríntios 12:27. Esse corpo, quando bem tratado, se desenvolve em crescimento equilibrado. “Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.” Efésios 4:16

- Porque na família há compromisso. Somos comprometidos uns com os outros. Temos funções que precisamos desempenhar para que o corpo funcione bem. Se eu fizer o que me compete fazer, estarei contribuindo para a estabilidade, crescimento e equilíbrio do corpo.  “Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. Se o pé disser: porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? E se a orelha disser: porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo? Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato? Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo. E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós. Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários; e os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra. Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela; Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros. De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.” 1 Coríntios 12:14-26.

- Porque na família há entreajuda. Precisamos uns dos outros! Somos membros dessa família e não podemos viver sozinhos. Tal como um corpo humano, composto de muitos membros, assim é a igreja, família de Cristo. Cada um de nós precisa do outro para o bom funcionamento do corpo. A mão precisa do pé, os olhos precisam das mãos, e assim por diante. 

Como posso cuidar da família Cristã?

“Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.” 1 Coríntios 12:25

“Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, tanto uns para com os outros, como para com todos.” 1 Tessalonicenses 5:15

Vários são os mandamentos recíprocos que encontramos nas Escrituras Sagradas: “orai uns pelos outros”, “amai-vos uns aos outros”, “tenham igual cuidado uns dos outros”, “exortai-vos uns aos outros.” Etc.

Ao cumprir esses mandamentos e os demais que encontramos na palavra, estarei cuidando da família cristã, da qual eu faço parte. A saúde da família será a minha saúde. A minha saúde será a saúde da família.

Por Maurício Guedes, presidente da Igreja Presbiteriana Renovada de Portugal, Pastor na cidade de Almada – Portugal. Autor dos livros: “Geração Autêntica”, “Que Ele Cresça e Que eu Diminua” e “O Evangelho Que Pregamos”.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Não pare!

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame