Nossa alegria deve ser um ‘sinal’ para um mundo caído, ensina Joanne Moody

Joanne Moody explica que a alegria pode ser um sinal de fé para um mundo caído.

Fonte: Guiame, Luana NovaesAtualizado: quarta-feira, 13 de outubro de 2021 18:30
Joanne Moody durante ministração na conferência Voz dos Apóstolos. (Foto: Marcos Paulo Correa/Guiame)
Joanne Moody durante ministração na conferência Voz dos Apóstolos. (Foto: Marcos Paulo Correa/Guiame)

Enquanto a Bíblia destaca que o Reino de Deus é justiça, paz e alegria no Espírito Santo, Joanne Moody lembra que a alegria pode ser um sinal de nossa fé para um mundo caído.

“Eu creio que o Senhor está nos chamando a sermos extravagantes em nossa devoção, adoração e em nossa alegria”, disse Moody durante ministração na conferência Voz dos Apóstolos no sábado (9).

A preletora lembra que há pessoas vivendo em gaiolas, mas que foram projetadas para voar — é assim que vivem as pessoas que não tiveram uma revelação sobre quem Jesus é. “Nós somos a Igreja de Cristo. Nós somos a voz do que chama para fora. Mas se a nossa vida não parecer diferente daqueles que estão dentro da gaiola, como eles vão acreditar que há liberdade?”, questiona.

Joanne disse que teve uma experiência com o Espírito Santo, na qual o ouviu dizer a ela para “apreender a alegria”. Depois disso, ela entendeu que apreender significa pegar algo para si, sob uma autoridade legal. 

“Se você apreende a alegria, você está pegando por autoridade legal que Jesus deu a você”, explica. “Se vivermos apreendendo a alegria, estamos construindo confiança em Deus.”

Confiar em Deus, no entanto, não é algo da boca para fora, lembra Joanne. “Você às vezes pode dizer ‘eu confio em Deus para tudo’, mas a sua vida e a sua linguagem mostram algo diferente”, alerta. “A preocupação, o medo e o julgamento são maneiras pelas quais a alegria é roubada de você.”

Joanne testemunha que em sua vida, a alegria tem sido uma “arma poderosa” em um mundo caído. “A alegria é um sinal, é como se fossem rojões no meio da desesperança e da escuridão. Sabe por que a alegria chama tanta a atenção? Porque ninguém consegue entender a fonte dessa alegria, que é Deus”.


Joanne Moody durante ministração na conferência Voz dos Apóstolos. (Foto: Marcos Paulo Correa/Guiame)

A alegria é a glória de Deus

Em Isaías 60:1-3, a Bíblia diz: “Levante-se, Jerusalém! Que o seu rosto brilhe de alegria, pois já chegou a sua luz! A glória do Senhor está brilhando sobre você. A terra está coberta de escuridão, os povos vivem nas trevas, mas a luz do SENHOR está brilhando sobre você; sobre você aparece a glória de Deus. Atraídos pela sua luz, Jerusalém, os povos do mundo virão; o brilho do seu novo dia fará com que os reis cheguem até você.” (NTLH)

Na ministração, Joanne lembra que essa mensagem de Isaías foi dada aos hebreus no período do exílio da Babilônia, em dias marcados por opressão e escuridão. No entanto, o profeta assegura às pessoas que Deus não esqueceu delas. 

“Isaías profetiza que os exilados tinham uma missão: ser luz no mundo. E isso não mudou. Você está no mundo para ser luz, você deve chamar pessoas para fora”, declara Joanne.

“Nós estamos vivendo na mesma tensão em 2 mil anos. Você é a radiante luz de Cristo, para conseguir a atenção das pessoas que vivem cativas! Jesus em você é o que o mundo precisa”, acrescenta a preletora.

Por fim, a pregadora ensina que a palavra de Deus deve ser usada como fundamento, e esta é uma poderosa arma na guerra espiritual. “Se você simplesmente confiar no Senhor com a fé de uma criança, e receber o amor do Pai, terá um coração tomado de alegria — isso significa contentamento independente das circunstâncias. Porque não há montanha que Ele não possa remover.”

Siga-nos

Mais do Guiame