Conheça as dez melhores rotas internacionais para dirigir

Conheça as dez melhores rotas internacionais para dirigir

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:24

A vida é uma jornada, e para aqueles viajantes que preferem fazer esse percurso de carro, o site Askmen.com criou uma lista com as dez melhores rotas internacionais para dirigir fora dos Estados Unidos.

"Estar atrás do volante é ao mesmo tempo relaxante e revigorante. Some limites de velocidades brandos ou inexistentes à excelente geografia e enriqueça sua alma", disse o site.

Esta lista não é endossada pela Reuters.

1. Baja California Sur, México

Esta rota não é para o motorista casual. Na verdade, se você tem receio de pegar uma estrada estreita, de duas mãos, cheia de obstáculos, desfaça as malas. Por outro lado, se você tem instinto aventureiro e está bem preparado, dê uma chance. A melhor estrada em Baja California Sur é a Rodovia 1, o que não quer dizer muita coisa: esta não é uma rota que você pega para evitar buracos do tamanho de crateras ou para chegar a Cabo San Lucas rapidamente. Muitos não recomendam dirigir à noite, enquanto outros sugerem manter a velocidade em 80 km/h. De qualquer modo, se você é um motorista habilidoso com um carro razoavelmente resistente, experimente esta rota. Você será recompensado com ótimo clima e excelentes paisagens.

2. Norte da Tunísia

O Norte da Tunísia tem algumas estradas montanhosas divertidas que valem a pena o passeio. Esta não é uma área para um carro frágil e exótico já que é fácil encontrar estradas com qualidade questionável, às vezes pouco sinalizadas. Normalmente, as P5 e P17 são boas apostas, apesar de estarem sempre sujeitas a mudanças. E mesmo que você esteja percorrendo um trecho tranquilo, o tráfego local algumas vezes evolui com a urgência de uma tartaruga artrítica. A compensação é um caminho marcante com uma paisagem única. Parte disso se dá pela quantidade de ruínas de vilas romanas espalhadas pela região.

3. Província do Cabo Oeste, África do Sul

Se você acha que a única forma de dirigir ali é em uma Land Rover num safári, pense melhor. Apesar das estradas rurais, as maiores vias do país são razoavelmente bem conservadas. As N1, N2 e N7, em Cabo Oeste, são ótimas rotas, com limites de velocidade de 120 km/h. Mas, cuidado: preste atenção nos animais que costumam circular pelas estradas. Dirigir pelo Atlântico Sul e pelo Cabo da Boa Esperança lembra o Mediterrâneo.

4. M8, Escócia

O Reino Unido tem diversas estradas tentadoras para dirigir com empolgação, e a Escócia é frequentemente ignorada. A geografia diversificada do país se divide entre montanhas, planícies centrais e planaltos ao sul, geralmente marcados por transições abruptas. Uma passagem montanhosa, conhecida como "Descanse e agradeça" era notória por fazer com que os veículos superaquecessem pelo menos uma vez durante o percurso. A M8 é a maior via expressa, ainda que você talvez queira explorar algumas das boas estradas secundárias, seja para ver um castelo, seja só para correr um pouco.

5. Kumamoto, Japão

Apesar de sua densidade populacional, o Japão tem outro lado. Na área rural montanhosa, as pessoas podem se sentir seguras enquanto a vida se move em câmera lenta. Ali você também encontrará algumas estradas cinematográficas, bem conservadas e para viajar rapidamente. Por exemplo, dirigir pela via Kyushu em Kumamoto, na ilha de Kyushu, é quase como viajar pelo tempo. Nesta área, em que se considera que a civilização japonesa tenha surgido, você terá a oportunidade de presenciar vistas maravilhosas assim como arquitetura tradicional.

6. Estradas costeiras, Portugal ou Espanha

Quando um fabricante de automóveis europeu organiza um lançamento para a imprensa e apresenta seu carro para os jornalistas, é normalmente em Portugal ou Espanha. Para alguns, isso pode ser confuso. A Espanha é conhecida por seu rigoroso cumprimento às extensas leis de trânsito. Enquanto em Portugal esse rigor faria bem, já que o país é criticado por suas estradas ruins e até por hábitos de trânsito negativos. Na realidade, os guardas da Espanha ajudam a manter uma rodovia menos estressante, permitindo que você realmente entre na paisagem. Além disso, Portugal tem realizado melhorias nas vias e dos motoristas.

7. Estrada Great Ocean, Austrália

Victoria abriga esta grande estrada, com vistas que vão de estâncias turísticas e faróis a floresta Otways. Você vai se deixar levar pelo Oceano Antártico das praias entre Lorne e Apollo Bay, e as ondas enormes da praia de Bells são um sonho para os surfistas. Ainda há os Doze Apóstolos, que são montes de pedras calcárias incríveis que saem da água no parque nacional Port Campbell, entre Princetown e Peterborough. Concluída em 1932, a estrada Great Ocean é um grande orgulho para os australianos e uma via divertida para turistas do mundo todo.

8. Viaduto de Millau, França

A área em torno da cidade de Millau, no sul da França, é uma maravilha para dirigir. Estradas do Maciço Central oferecem todos os desníveis e curvas que os motoristas desejam, mas o que realmente faz esta estrada ser fora do comum é o aço. Competindo efetivamente com a vista impressionante está o viaduto de Millau. A maior parte dos aficionados por carros não costuma ficar empolgado com pontes, mas esta não é uma ponte comum. Por apenas $ 5, você pode atravessar esta via de quatro pistas que alcança 341 metros de altura e é o ponto mais alto sobre o rio Tarn.

9. Bolonha, Itália

Já foi dito que um carro tem melhor performance em sua própria casa e que reflete a personalidade das pessoas que o construíram. É definitivamente o caso da província de Bolonha, na Itália --a região em que a Ferrari, a Lamborghini e a Maserati fazem sua mágica acontecer. Achar seu caminho entre ruas estreias de vilas e montanhas dá a sensação de estar competindo na corrida de Mil Milhas --a versão moderna das corridas que acontecem na região. Só tenha em mente que a A13 e outras estradas têm limites de velocidade de 130 km/h para carros com motores de pelo menos 1.1 litro. A guarda local é conhecida como tolerante, mas nem sempre. Para ter a melhor experiência dirigindo em Bolonha, ou em qualquer lugar, pegue as "strade bianchi", ou estradas do interior.

10. Autobahn, Alemanha

Será que os fabricantes de automóveis Audi, BMW, Mercedes-Benz e Porsche produziriam algo impressionante se não tivessem a Autobahn no seu jardim? Desde que o primeiro trecho, de Bonn a Cologne, foi concluído, em 1932, o sistema rodoviário alemão Autobahn se tornou lendário por proporcionar emoções sem limites --ou algo assim. Isso normalmente gera confusão, mas apenas metade do sistema não tem limites de velocidade. As Autobahns suíça e austríaca também medem a velocidade, então nem tente bancar o turista desinformado com as autoridades. Em vez disso, parta para o sul da Alemanha, onde você encontrará a maior parte dos trechos sem limites de velocidade.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame