MENU

Saúde

Saiba como se livrar do sono depois do almoço

Saiba como se livrar do sono depois do almoço

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:27

No title Se todos os dias bate aquele sono depois do almoço, atrapalhando um bocado as tarefas da tarde, saiba que há truques que podem evitar o sintoma e melhorar a produtividade. Segundo os médicos consultados pelo R7, a causa dessa sonolência é natural, não podendo ser totalmente evitada, mas, sim, minimizada, principalmente por meio da alimentação.

A primeira e mais preciosa dica é selecionar bem os alimentos durante o almoço. Segundo a endocrinologista Cláudia Cozer, diretora da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica), pratos muito volumosos e reforçados com carboidratos como macarrão, arroz, batata e massas em geral dão mais sonolência. Por isso, ela sugere a escolha de apenas um carboidrato no prato, e mais espaço para fibras e proteínas, sempre com equilíbrio.

- Não coma grande volume de comida de uma vez. Quando você processa os alimentos durante a digestão, eles passam por uma série de reações químicas que tornam o sangue menos ácido. Nessas reações há um aumento do gás carbônico, porque o organismo está trabalhando mais e gastando mais energia, e isso dá sonolência.

A ingestão de gorduras também deve ser evitada, pois torna a digestão mais lenta. Evite, portanto, frituras como batata frita, polenta, mandioca e salgadinhos, além de pratos muito gordurosos, como feijoada ou rabada, durante o expediente.

Soneca

Uma outra causa da "preguicinha" depois do almoço pode ser a diminuição da temperatura do corpo. O pneumologista e especialista em sono, Maurício Bagnato, do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, explica que a sonolência "é um processo fisiológico que acontece porque a temperatura do corpo fica mais baixa. Essa oscilação térmica durante o dia é parecida com a que o corpo alcança quando estamos adormecendo, por isso sentimos sono. Depois que acordamos, essa temperatura começar a subir, mas logo depois do almoço a temperatura começa a diminuir de novo".

- Isso é um sinal que a natureza mostra para gente que dormir um pouco não faz mal, afirma o pneumologista.

Tanto Bagnato quanto a neurologista Anna Karla Smith, médica do sono do Instituto do Sono, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), são entusiastas da soneca. Os médicos recomendam algo em torno de 15 a 30 minutos para quem puder se dar ao luxo.

- [Tirar uma soneca] é saudável, desde que o indivíduo sinta a necessidade, mas não deve passar de 30 minutos. Ela ajuda até a melhorar a produtividade, pois a pessoa se sente mais disposta depois, afirma a neurologista.

Por Camila Neumam

Siga-nos

Mais do Guiame