MENU

Saúde

Princesa de filme da Disney ajuda mulheres contra anorexia

Elsa, de Frozen, inspira jovens com distúrbios alimentares por conta da letra de 'Let it Go', música tema do filme

Fonte: Guiame, com informações de TerraAtualizado: quinta-feira, 21 de maio de 2015 14:21
Filme Frozen
Filme Frozen

Jovens ao redor do mundo estão buscando tratamento para lutar contra o transtorno alimentar, a anorexia. O problema afeta principalmente jovens que buscam um corpo magro, sem gordura, levando ao óbito. A cura do problema pode ser em consultas médicas e psicoterapeutas. Um novo tratamento que está sendo uma surpresa são princesas da Disney.

Lutando contra a anorexia, Su Holmes, a Universidade de East Anglia, no Reino Unido, enquanto assistia à princesa Elsa cantar Let It Go, a música-tema do filme Frozen, ficou surpresa: "estou maluca ou esta canção parece tratar da minha própria situação?".

"Havia dois grupos-chave. O primeiro é centrado na canção, porque nela, Elsa fala da pressão que sofre para que seja uma garota perfeita e de como ela precisa se libertar disso", afirmou a pesquisadora. "Há um longo histórico de casos de anorexia envolvendo garotas 'perfeitas' e as pressões de pais e da sociedade para elas sejam assim. Muitas meninas dizem que a história de Elsa é muito parecida com a relação delas com anorexia", continuou.

O segundo grupo, de acordo com Holmes, usou a figura de Elsa como um incentivo para comer ainda menos. "A mesma letra foi interpretada de forma completamente contrária. Elas dizem: 'Foi assim que me senti quando minha mãe descobriu minha anorexia, e pensei que não seria mais aquela garota perfeita'."

Ainda que de início, não foi apresentada apenas a única conexão entre Frozen e a anorexia identificada por Holmes. "A ideia da anorexia e sua associação com o frio e algo 'invernal' é realmente complexa. Há esta ideia de que anoréxicas são pessoas frias, isoladas, com emoções e desejos sexuais reprimidos."

Para Su, a pesquisa no site mostrou que as pessoas buscavam algo com o que se identificar. "Elas queriam ver na tela alguém como elas, e isso tem um significado muito grande neste sentido", explicou. A organização sem fins lucrativos Beat, que trabalha no combate à anorexia, explica que desordens alimentares são de natureza complexa e muitas vezes têm vários fatores entre suas causas.

"Muitas pessoas que sofrem deste problema têm personalidades perfeccionistas e muitas vezes buscam algo impossível de alcançar", diz a organização. "Sabemos como estas desordens são retratadas pela mídia, como imagens e textos podem servir de gatilho para o problema e buscamos constantemente educar e informar que perpetuar o lado sensacionalista destas desordens é perigoso e pode ter consequências graves", finaliza.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame