MENU

Saúde

Pimentão contém alto índice de residuos tóxicos, constata Anvisa

Pimentão contém alto índice de residuos tóxicos, constata Anvisa

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou hoje (15) os resultados do seu Programa de Análise de Resíduos Agrotóxicos em Alimentos (Para). Foram analisados 1.773 amostras de 17 alimentos. O pimentão foi considerado o alimento que apresentou pior resultado, com 65% das amostras com índices insatisfatórios.

A Anvisa considera o resultado insatisfatório quando o alimento apresenta índices de resíduos agrotóxicos acima dos permitidos, ou quando detecta que foram usados venenos proibidos para aquele tipo de cultura.

Morango, uva e cenoura também apresentaram resultados insatisfatórios, acima de 30% das amostras. Já o arroz e o feijão tiveram bons resultados, com 4,41% e 2,92% das amostras insatisfatórias, respectivamente.

Manga, batata, banana, cebola e maçã estão entre os que apresentaram os menores índices de contaminação, sempre abaixo de 4%.

O tomate também reduziu a quantidade de agrotóxicos encontrados nas amostras, de 44,72% em 2007, para 18,27% em 2008. Mesmo assim, ele ainda está acima da média geral de irregularidades encontradas nos alimentos, que foi de 15,29%.

A Anvisa alertou ainda para o fato de que foi detectado uso de agrotóxicos proibidos em todas as amostras.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse que ele próprio já cortou o consumo de alguns dos alimentos com maiores índices de contaminação e que a população deve dar preferência aos produtos da época, que necessitam de menos pesticidas na hora de serem produzidos.

"Eu mesmo já cortei [esses alimentos]. Agora, vai do critério de cada um. E a dica e esta: use produtos da época", disse.

O ministro lembrou ainda que as frutas e hortaliças devem ser bem lavadas e as folhas externas dispensadas.

Temporão assinalou também que os resultados servem de alerta tanto para a população quanto para os próprios produtores, para que eles sigam as regras da vigilância sanitária.

O ministro lembrou que os dados são uma média, o que não significa que os alimentos terão estes índices de contaminação em todo o país.

O Brasil é o país que mais consome produtos agroquímicos no mundo. Os agrotóxicos respondem por um mercado que movimentou, no ano passado, R$ 12,7 milhões.

Os agrotóxicos também são responsáveis pela segunda maior causa de intoxicação da população no Brasil, perdendo apenas para as intoxicações por medicação. Esses produtos também podem causar problemas hormonais, reprodutivos e câncer.

Siga-nos

Mais do Guiame