MENU

Saúde

Nutricionista indica os alimentos indicados para consumo de acordo com formato do corpo

Formatos do corpo como maçã,cenoura, pirâmide invertida, possuem alimentação recomendada

Fonte: Guiame, com informações de Marie ClaireAtualizado: segunda-feira, 18 de maio de 2015 13:47
Alimentos para perda de peso
Alimentos para perda de peso

Em algumas pessoas, a gordura se localiza em locais diferentes. Segundo o que diz a expert em nutrição e fitness norte-americana, Traci D. Mitchell, autora de “The Belly Burn Plan: 6 Weeks to a Lean, Fit and Healthy Body” (O plano de queimar barriga: 6 semanas para um corpo magro, saudável e em forma), não existe uma forma de reduzir as medidas para todas as pessoas de forma única.

Em sua teoria, Traci é preciso saber qual o formato do seu corpo: maçã, pera, pirâmide invertida ou ampulheta. “Quando você começa a se alimentar para o seu tipo de corpo, vai ficar impressionado como ele se adapta rápido à dieta. A energia vai aumentar e a perda de peso vem naturalmente”, disse a coach ao site Mind Body Green, onde reuniu as principais dicas de alimentos para perda de peso de cada corpo.

Maçã

Este tipo de corpo tende a acumular a maior parte do peso na área da barriga. As pernas e braços de quem tem formato de maçã são geralmente bem magros, sem gordura extra. Embora a gordura abdominal seja o tipo mais prejudicial à saúde, também é fácil de se livrar.

Desejos comuns: Alimentos com amido e açúcar, refrigerantes diet, cafeína
Reações a uma dieta pobre: Falta de energia e ansiedade, principalmente por volta do meio-dia e depois do almoço

Hormônio para ficar de olho: Insulina. A chave para perder peso para os corpos maçã é manter os níveis de açúcar no sangue sob controle.

O que comer: Comece por proteínas (frango, carnes magras, porco, peixe) e complemente com gorduras saudáveis (abacate, ovos, amêndoas, sementes, manteiga de amendoim, óleo de coco, azeite e queijos brancos). Inclua também uma boa variedade de folhas verdes, como espinafre, couve e alface romana.

Limite: Carboidratos vazios (como massas e batata inglesa) devem ser consumidossó uma vez ao dia, assim como frutas com muito açúcar (como as vermelhas)

Elimine: Café e bebidas com cafeína, que prejudicam a produção de hormônios como cortisol e insulina; carboidratos de farinha branca, iogurtes adocicados, bebidas energéticas e barras de cereal com açúcar.

Pêra

Este tipo de corpo tem tendência a acumular peso nos quadris e coxas, com um uma gordura também no abdômen (que em geral é subcutânea, não a visceral, como no modelo maçã). Por isso, o tipo pera costuma se frustrar quando começa a perder peso porque a gordura subcutânea de quadris e coxas é difícil de queimar, enquanto outras partes do corpo reduzem durante as dietas. O que se sabe hoje é que é muito provável que pessoas com esse formato tenham um dominância de estrogênio. Ao consumir comidas que ajudam a minimizar esse excesso do hormônio, o corpo começa a reagir.

Desejos comuns: Derivados do leite e doces

Reação a uma dieta pobre: Costuma sentir uma fome inesperada, mesmo entre as refeições ou no final da noite, após o jantar

Hormônio para ficar de olho: Estrogênio. Apesar deste hormônio não seja necessariamente ruim, um desequilíbrio dele em relação a outros hormônios, particularmente a progesterona, pode promover um ganho de peso na parte inferior.

O que comer: Comece com vegetais e frutas ricos em fibras, complete com um boa quantidade de cereais, como aveia, quinoa, trigo e arroz integral. Adicione pequenas porções de proteínas magras.

Elimine: Derivados do leite (queijos, cream cheese), vegetais não orgânicos (que possam conter pesticidas ou hormônios), cafeína, álcool, tofu.

Formato pirâmide invertida

Ombros mais largos que formam uma espécie de cone com cintura e quadris mais estreitos: assim se caracteriza este tipo de corpo. A parte superior, em geral, tem mais massa muscular, embora possa acumular gordura extra no busto, parte detrás dos braços e abaixo dos seios.

Desejos comuns: Comida salgada, frituras, fast-food e álcool
Reação a uma dieta pobre: Tem uma boa quantidade de energia durante o dia, que perde um pouco durante à noite, quanto costuma ceder às tentações

Hormônio para ficar de olho: Cortisol. Liberado pelas glândulas supra-renais, acima dos rins. Níveis elevados de cortisol constantemente podem provocar um efeito cascata em outros hormônios, particularmente insulina, que contribui para o ganho de peso.

O que comer: Comece com carboidratos complexos (arroz integral, aveia, trigo) e suplemente com derivados do leite desnatados e boas porções de sucos e vegetais frescos, folhas verdes e frutas ricas em fibras.

Elimine: Carnes gordas, queijos gordurosos, salgadinhos, barras de proteína e bebidas com cafeína.

Formato ampulheta

Este tipo normalmente ganha peso uniformemente por todo o seu corpo, muitas vezes mais perceptível no rosto, mas também em braços, peito, joelhos e tornozelos. É aquela pessoa de aparência fofinha, redonda.

Desejos comuns: derivados do leite, carboidratos refinados.

Reação a uma dieta pobre: Retenção de líquido e má digestão.

Hormônio para ficar de olho: Na verdade, a glândula pituitária, regulador de todos os hormônios, cujo funcionamento pode ter efeitos sobre a produção de cortisol, insulina e da tireóide, entre outros.

O que comer: Vegetais crus e frutas devem ser a base da dieta, seguida de cereais integrais (quinoa, trigo e farinha de aveia). Inclua também, diariamente, uma proteína magra e pimenta ou outros alimentos termogênicos.

Limite: Carnes gordurosas, carboidratos refinados e industrializados.

Elimine: Bebidas com cafeína, derivados do leite, carboidratos refinados e doces.

 

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame