MENU

Saúde

Música como terapia

Música como terapia

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

A musicoterapia, ou terapia através da música, foi criada no início do século 20 e é uma técnica que utiliza a música para ajudar no tratamento de problemas físicos, mentais ou emocionais. Depois das duas guerras mundiais, músicos amadores passaram a tocar nos hospitais da Europa e dos Estados Unidos para melhorar os ânimos e distrair os soldados veteranos. E logo notaram a melhora dos pacientes. "A música trabalha os hemisférios cerebrais, promovendo o equilíbrio entre o pensar e o sentir. Já a melodia trabalha o emocional, a harmonia, o racional e a inteligência. O ritmo provoca respostas motoras por meio da pulsação, dando suporte para a improvisação de movimentos", explica a musicoterapeuta Patrícia Chagas, de São Paulo.

A musicoterapia é muito eficaz no tratamento de pacientes com problemas motores (como os que já sofreram derrame), portadores de doenças mentais, como esquizofrenia, com depressão ou autismo. E cada ritmo gera uma reação diferente. Composições do alemão Johann Sebastian Bach podem ajudar no aprendizado e na memória. Já os compositores Rossini, com Guilherme Tell; e Wagner, com as Walkirias, ajudam no tratamento da depressão. As valsas de Strauss ajudam a relaxar - são indicadas para salas de parto e gestantes.

A partir do quinto mês de gravidez, a audição do bebê está desenvolvida. Mesmo que o contato com a música seja só por apreciação, os estímulos cerebrais são intensos. Crianças que recebem estímulos musicais adequados aprendem a escrever mais facilmente e têm maior equilíbrio emocional, segundo alguns médicos.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame