MENU

Saúde

Laboratório suspende "pílula antibarriga"

Laboratório suspende "pílula antibarriga"

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

O laboratório Sanofi-Aventis decidiu suspender temporariamente a comercialização do medicamento Acomplia (rimonabanto), conhecido como "pílula antibarriga" , em todo o mundo. A medida foi tomada depois que a agência reguladora da Europa, a European Medicines Agency (EMEA), recomendou a retirada do medicamento nos países da União Européia.

A agência concluiu que os benefícios do Acomplia não mais superavam seus riscos. Estudos demonstraram que pacientes que utilizaram o medicamento tiveram aproximadamente o dobro de risco de desenvolver problemas psiquiátricos, como ansiedade e depressão, comparado àqueles que não utilizaram o produto, no entanto, a bula do remédio já alerta para estas questões.

O Acomplia era comercializado em 18 países da Europa desde junho de 2006. No Brasil, o medicamento possuía registro desde abril de 2007 como auxiliar a dieta e aos exercícios para o tratamento de pacientes obesos ou com sobrepeso com fatores de risco associados. Porém, o medicamento só começou a ser comercializado no país em 2008, após aprovação do preço pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed).

Os pacientes tratados com o Acomplia deverão consultar seus médicos para rever o tratamento e os profissionais não devem mais receitar o medicamento a seus pacientes. A Anvisa orienta que os profissionais de saúde notifiquem à Agência sobre todos os possíveis casos de reação adversa causada pelo medicamento, por meio do Notivisa. Mais informações estão disponíveis no site da Sanofi-Aventis: www.sanofiaventis.com .

Postado por: Claudia Moraes

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame