MENU

Saúde

Hipertensão entre as mulheres

Hipertensão entre as mulheres

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

Pressão alta deixa de ser uma preocupação exclusiva dos homens e passa a rondar o universo feminino

Pesquisas reforçam que a hipertensão arterial não é mais uma preocupação exclusiva dos homens. Além de preocupar as futuras mães, devido às oscilações de pressão que podem ocorrer no período gestacional, a hipertensão também exige atenção das avós, pois em estudo atualizado, publicado pela Associação Americana do Coração, mostra uma incidência significativa do problema nas mulheres de idades mais avançadas.

O cardiologista, Marco Mota, explica que "normalmente, a pressão cai nos primeiros 3 meses de gestação e recupera os valores normais nas últimas semanas. Existem algumas situações de hipertensão na gravidez, mas, a mais importante é a que se manifesta no segundo trimestre denominada de pré-eclampsia".

Ele reforça o caráter silencioso da doença. "A hipertensão é pouco diagnosticada, metade das pessoas hipertensas sabem que tem o problema. Como é uma doença pouco sintomática, saliento que 50% das pessoas hipertensas não sentem nada, a única maneira de saber é medindo a pressão pelo menos uma vez ao ano, conforme recomenda o documento de referência chamado 'V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial'".

Mota, que foi idealizador do sistema de MRPA no Brasil (conjunto de medidas realizadas de forma sistemática, fora do ambiente dos consultórios, pelo próprio paciente ou outra pessoa devidamente treinada), também enfatiza as qualidades do conceito de Automedida da Pressão Arterial - AMPA. "Ter um equipamento em casa pode ajudar a diagnosticar e também a controlar a pressão dos hipertensos já diagnosticados. Essa facilidade também pode ajudar a diagnosticar a hipertensão do avental branco, caracterizada pela pressão alta dentro do consultório, que, na casa do paciente, fica normal. Isso acomete cerca de 20% das pessoas".

Ele sintetiza que dar ao paciente a possibilidade de controlar a pressão em casa, por meio de aparelhos domiciliares, contribui para adesão ao tratamento, sendo essa umas das principais dificuldades na relação ao hipertenso.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame