MENU

Saúde

Hemocentros fazem campanha para aumentar estoques de sangue antes do carnaval

Hemocentros fazem campanha para aumentar estoques de sangue antes do carnaval

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

A poucos dias do Carnaval, período em que os hospitais mais precisam de sangue, hemocentros de várias regiões do país fazem campanhas para atrair doadores. Nos feriados, os estoques de sangue costumam diminuir em cerca de 30%, por causa do baixo comparecimento de doadores e do aumento da procura.

No carnaval, o número de transfusões de sangue aumenta, principalmente por causa dos acidentes nas estradas. Para repor os estoques no Rio de Janeiro, por exemplo, o Hemorio lançou mais uma edição da campanha Vista a Fantasia da Solidariedade", que envolve as escolas de samba que desfilam no Sambódromo.

A ação tem o objetivo de manter a média diária de 300 doadores e conseguir, assim, um estoque extra de mil bolsas de sangue. Estima-se que 1,8% de toda a população do estado do Rio de Janeiro doe sangue regularmente. O número está bem abaixo dos 4% recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo Naura Faria, hemoterapeuta e chefe da Seção de Atendimento ao Doador do Hemorio, a campanha já teve efeitos positivos, porque o número de doações aumentou. "As pessoas estão comparecendo mais para doar sangue. Isso permitiu que o estoque para a demanda habitual e diária, que estava com deficit, fosse normalizadao A partir desta semana, o objetivo é montar o estoque estratégico para suprir as demanda para o carnaval", acrescentou.

Já na Bahia, o estoque do hemocentro ainda é baixo. A média hoje é de 150 doadores por dia, quando o ideal seria 250. Para reverter a situação, o órgão lançou a campanha Nesse Carnaval Faça um Coração Bater: Doe Sangue". Em Pernambuco, a Fundação Hemope espera ampliar em 30% o número de doações. A campanha Não importa sua Fantasia, Antes de Cair na Folia Doe Sangue no Hemope começou no início do mês e termina na próxima sexta-feira, 20.

Para doar sangue é preciso ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 quilos e apresentar boas condições de saúde.

Siga-nos

Mais do Guiame