MENU

Saúde

Férias: a melhor forma de recuperar a saúde gasta durante o ano

Férias: a melhor forma de recuperar a saúde gasta durante o ano

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

O ano está chegando ao fim e muita gente aproveita o período de festas e pausa escolar dos filhos para unir o útil ao agradável e tirar aquelas merecidas férias. Merecidas mesmo! Em 2008, o brasileiro trabalhou mais. A grande maioria dos feriados caiu no sábado e no domingo, principalmente no segundo semestre do ano.

No ano bissexto, onde tivemos 366 dias, o equivalente há 6.384 horas, trabalhamos 254 dias ou 2.032 horas. Isso, só no trabalho, pois se contabilizarmos as horas investidas no trânsito caótico, no estudo, nos cuidados com a casa, com os filhos, as filas imensas dos bancos e hospitais, chegaremos à conclusão que a maior parte dos dias fazemos ou somos colocados em atividades e ações estressantes e vivemos sendo cobrados e sob pressão.

Daí a importância de se tirar férias, o que vai muito além de simplesmente descansar. Segundo a médica e psicanalista, Soraya Hissa de Carvalho, as férias, além de um direito, são fundamentais para repor as energias perdidas durante um ano de trabalho intenso. "Quando nosso corpo é muito exigido, ele passa a atuar como uma espécie de bomba-relógio", afirma a médica.

Alerta do corpo

O estresse é o primeiro sintoma de uma vida corrida e sob pressão. Dependendo da predisposição orgânica do indivíduo, a falta de tranqüilidade e calma pode causar transtornos psicológicos como falta de vontade de fazer as coisas, ansiedade, além de manifestações físicas mais sérias como úlceras, infarto, câncer, chegando até mesmo na tentativa de suicídio. Ainda pode levar os indivíduos ao alcoolismo, tabagismo, drogas, depressão e doenças psicóticas.

Soraya aponta alguns sintomas gerais do cansaço em nosso organismo, são eles: dores de cabeça, indigestão, dores musculares, insônia, taquicardia, alergias, queda de cabelo, mudança de apetite, gastrite, dermatoses, esgotamento físico e psicológico, apatia, memória fraca, tiques nervosos, isolamento e introspecção, além de sentimentos de perseguição, desmotivação, autoritarismo, irritabilidade, emotividade acentuada e ansiedade.

De acordo com a médica, o acúmulo de pressões e angústias afeta o sistema de imunidade da pessoa, diminuindo sua resistência de uma maneira que a torna propensa e mais suscetível a doenças. "À medida que a pessoa torna-se emocionalmente frágil, suas defesas orgânicas diminuem, deixando-a mais vulnerável aos diversos tipos de doenças", explica Soraya. Ela ainda afirma que todas as grandes mudanças que passamos na vida são situações estressantes, mesmo se elas forem boas e que estejam nos fazendo felizes.

Solução para o descanso

Segundo a psicanalista, o melhor tratamento para um ano inteiro de trabalho duro, estresse, de pressões e fortes emoções é passar alguns dias longe de tudo. "A melhor forma é a prevenção, se o trabalho intenso nos desgasta e nos causa doenças, então, o ideal é tirarmos uns dias de descanso. Temos esse direito e dever. Descansados, rendemos mais", alerta Soraya.

É exatamente no período do descanso, no momento das férias, que podemos conhecer lugares novos, reencontrar parentes e amigos, fazer o que estávamos com vontade há tempos que, pelas obrigações diárias, não conseguimos.

A falta de dinheiro não é desculpa para não sair da rotina e se permitir alguns dias de tranqüilidade e prazer. Segundo a médica, ler, ouvir música e assistir um filme são alguma das atividades que ajudam a desestressar e tranqüilizar a mente e o corpo. Quem não pode viajar, pode aproveitar os parques ecológicos, as pracinhas ou mesmo atividades em casa, longe do trabalho.

"O certo é aproveitarmos os momentos de descanso para cuidar de nós e recuperar a energia. O ano que se inicia terá menos dias útil e mais feriados durante a semana, mas nem por isso será menos cansativo e estressante", completa Soraya.

Postado por: Claudia Moraes

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame