MENU

Saúde

Diagnóstico precoce reduz em 29% casos graves de câncer de útero

Diagnóstico precoce reduz em 29% casos graves de câncer de útero

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

A Secretaria de Estado da Saúde fechou levantamento que aponta uma redução de 29,2% dos casos graves de câncer de colo de útero entre os anos de 2003 e 2007. Durante esse período foram registrados 165 casos a menos de câncer em fase avançada.

Em 2007, 399 casos de câncer de colo de útero foram diagnosticados nos estádios III e IV no Estado de São Paulo. Já em 2003, os dados mostram que 564 mulheres tiveram a detecção da doença nestas fases. Para os estádios I e II, considerados iniciais, também houve diminuição, de 26,1%. Em 2007 foram 1.153 casos, contra 1.454 em 2003.

Para alcançar os números ideais de redução da doença a Secretaria treina, desde 2005, médicos, enfermeiras e gestores para realizar projetos de implantação do diagnóstico precoce do câncer de colo de útero na rotina de atenção à saúde básica das mulheres nos municípios paulistas.

O treinamento é realizado pela Fundação Oncocentro de São Paulo (Fosp), órgão da pasta, que estima já ter orientado cerca de 5 mil profissionais em todo Estado.  "Em janeiro de 2009, treinamos mais 120 profissionais. Ainda esta em fechamento as datas e locais para o restante do ano", afirma José Antônio Marques, médico oncologista e responsável pelo projeto.

Ambulatório resolutivo

No Hospital e Maternidade Interlagos, unidade da Secretaria, as mulheres que buscam tratamento na unidade contam, desde 2007, com o projeto "Ações de Prevenção", que funciona como um ambulatório resolutivo.

"As mulheres procuram a unidade espontaneamente e cerca de 40% delas nunca realizaram o exame de papanicolaou. Tendo em vista esse quadro, criamos o projeto para colaborar no diagnóstico precoce da doença", afirma a ginecologista e diretora do Hospital e Maternidade Interlagos, Sandra Regina Sestokas Zorzeto.

Em dois anos de projeto 17,3 mil pacientes passaram pelo Ambulatório Resolutivo de Câncer Uterino do Hospital Interlagos e, em 70% dos casos, os exames apresentaram alguma alteração.

Além dos exames, são feitas atividades educativas em grupos de saúde da mulher, com orientações sobre as atitudes de prevenção ao câncer, dicas sobre higiene corporal, prevenção do câncer da mama (auto-exame, ECM-exame clínico das mamas), Doenças Sexualmente Transmissíveis, HPV e periodicidade dos exames de papanicolaou, entre outros.

Siga-nos

Mais do Guiame