MENU

Saúde

Como evitar ficar tonto no carro?

Como evitar ficar tonto no carro?

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

O nosso cérebro consegue nos manter estáveis, com equilíbrio corporal, por meio das informações enviadas por ouvidos, olhos, ossos, músculos e articulações.

Quando há um desencontro entre essas informações, o cérebro se desorienta e nós ficamos tontos. Isto acontece, por exemplo, quando estamos parados dentro de um carro em movimento e os nossos olhos veêm imagens passando rapidamente. A tonteira provocada por movimento se chama cinetose.

Esta tonteira pode vir acompanhada de náuseas e vômitos, suor frio e palidez, salivação excessiva e bocejos.

Como é possível evitá-la? Siga estes conselhos.

Passos:

1. Sente-se no lugar mais estável do carro, de preferência no meio do banco traseiro.

2. Mantenha o olhar fixo em um objeto parado. Olhe para a frente.

3. Não faça movimentos bruscos, procure se sentar confortavelmente e, se for necessário, incline a cabeça para trás (você pode colocar uma almofadinha embaixo do pescoço). Feche os olhos.

4. Não leia dentro do carro em movimento.

5. Não fume.

6. Mantenha o interior do carro ventilado. Se o ar condicionado ou o aquecimento estiverem funcionando, abra as janelas para renovar o ar a cada meia hora.

7. Respire lenta e profundamente ar puro, inalando pelo nariz e expirando pela boca.

8. Beba pequenas quantidades de água gelada com frequência.

9. Evite comidas pesadas com alto teor de calorias, gorduras e condimentos antes e durante a viagem.

10. Não tome bebidas alcoólicas.

11. Se o trajeto for longo, faça paradas frequentes para andar, relaxar e respirar ar puro.

Importante

Se você sente essas tonteiras com frequência, consulte o seu médico clínico ou um neurologista. Em certos casos eles poderão receitar uma medicação preventiva. Se você sofre de cinetose, saiba que as tonturas podem ocorrer em viagens de trem, navio e avião, em jogos virtuais, em brinquedos que giram em parques de diversões e balançando sentado ou deitado em uma rede. Se você vai viajar e está com algum problema no ouvido, consulte seu médico para saber se é preciso iniciar um tratamento específico.

Siga-nos

Mais do Guiame