MENU

Saúde

Automedicação diminui resistência do organismo

Automedicação diminui resistência do organismo

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

Tentar resolver a dor de cabeça que aparece de repente indo à farmácia sem consultar um médico é um algo grave e que merece atenção. Estatísticas apontam que os analgésicos e os antiinflamatórios são os campeões em casos de reação alérgica, com 44%, seguidos pelos antibióticos, com 23%, por esse motivo é preciso cuidado , frisa a alergologista Fátima Rodrigues Fernandes, diretora-secretária da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia de São Paulo.

Além das reações alérgicas, o medicamento pode interagir com outras medicações, gerando efeitos inesperados no organismo e também causar resistência com relação a outros medicamentos. "Isso aconteceu com a gripe do tipo A, muitas pessoas tomaram antibióticos indicados para a infecção, sem saber ao certo se era um caso de gripe suína", explica a alergologista.

As reações alérgicas podem aparecer por meio de urticária, erupções na pele (coceira e descamação), asma, rinite, angioedema (lábios e olhos inchados), entre outros sintomas. Por isso é preciso ficar atento e sempre consultar um especialista antes de correr até a farmácia e se automedicar.

Postado por: Felipe Pinheiro

Siga-nos

Mais do Guiame