Guia para corrigir os danos à beleza no verão

Guia para corrigir os danos à beleza no verão

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:58

Olhos claros

O sol, a água do mar, o cloro da piscina e o vento – ingredientes típicos do verão – costumam provocar forte irritação nos olhos. “A vermelhidão é causada principalmente pelo processo de vasodilatação que ocorre no local”, explica o médico Marinho Scarpi, professor do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal Paulista (Unifesp), em São Paulo.

COMO EVITAR Em certos ambientes, como a praia, é difícil ficar totalmente livre do problema. “Usar óculos de sol com filtro UV ou de natação impede o contato do agente agressor com os olhos”, recomenda o oftalmologista. “E ainda previne outros males, como catarata, pterígeo (tecido carnoso que nasce sobre o glóbulo ocular) e conjuntivite.” A sugestão é fazer compressa gelada ou usar colírios que imitam a composição da lágrima – jamais um que seja vasoconstritor.

ARSENAL Máscara Gel Relax Ricca Body & Spa, da Ricca.

Escape do desbotamento

A radiação solar, o sal do mar e o cloro da piscina reagem com os pigmentos da coloração, desbotando ou alterando a cor dos fios. Mesmo quem mantém a tonalidade natural dos cabelos acaba ganhando aquele aspecto de “queimado”.

COMO EVITAR Deixe em casa o kit de produtos que você costuma usar no dia a dia e providencie outro específico para enfrentar a praia. “Lave os cabelos em duas etapas: na primeira, com xampu antirresíduos, que remove o sal e o cloro acumulado; na segunda, com xampu de proteção da cor e filtro solar na fórmula”, ensina o cabeleireiro Evandro Ângelo, do salão C.Kamura, em São Paulo. Após a lavagem, aplique condicionador no comprimento e nas pontas, enxágue bem e, em seguida, passe leave-in com protetor solar, que deve ser reaplicado depois de cada mergulho.

ARSENAL Protetor solar Color Extend Sun Shimmering Defense, da Redken; Brume Jour Protective, da Kérastase; xampu Anti-Resíduos, da Tricofort; After Sun Shampoo UVB Protection, de J.F. Lazartigue.

Costa dos mosquitos

Picadas de borrachudos e pernilongos, além de irritantes, provocam lesões arredondadas e elevadas. Transformam-se em pontos avermelhados e causam uma coceira insuportável. Em algumas pessoas, podem desencadear processo alérgico.

COMO EVITAR “Aplique repelentes com ativos eficazes, como o dietiltoluamida (DEET) e a Icadirida, que podem ser utilizados em crianças a partir de 2 anos”, ensina a dermatologista Mônica Azulay, do Rio de Janeiro. Para diminuir a reação inflamatória e a coceira, a médica recomenda lavar bem o local com água e sabão e, em seguida, passar gelo envolvido em gaze ou lenço. Pessoas alérgicas devem consultar um especialista antes de viajar para que o profissional receite anti-histamínicos e cremes com hidrocortisona. Vale ainda optar por outras soluções, como as velas de citronela e os inseticidas.

ARSENAL Vela Perfumada de Citronela, da Granado; inseticida não tóxico Citronium, da Weleda.

Quantas marquinhas

Usar muitos modelos de biquíni deixa várias marcas. E na hora do tomara que caia...

COMO EVITAR Escolha biquínis com alças da mesma largura e ajeite-as sempre. Tarde demais? “Aplique um corretivo na marca e passe um pó bronzant por cima”, ensina a maquiadora Vanessa Rozan, de São Paulo.

ARSENAL Corretivo ProLong Wear Concealer, da M.A.C; pó-base Stick, de Marcelo Beauty; Flash Iluminador, de O Boticário; Pó Bronzant, de Clarins ou Guerlain.

Unhas vibrantes

Esmaltes claros, como o branquinho, são perfeitos para o ambiente de trabalho. Na praia e na piscina, no entanto, eles ficam amarelados, detonando o aspecto da unha. “Os pigmentos dos esmaltes clarinhos reagem ao cloro e aos ingredientes dos protetores e até mudam de cor”, explica a manicure Cláudia Simões, do salão Studio W, em São Paulo.

COMO EVITAR Troque os clarinhos por tons vibrantes, que fazem o maior sucesso. Só é proibido tirar a cutícula dos pés antes de ir para a praia.

“Elas são uma barreira protetora natural contra micoses e infecções. No verão, eu só esmalto as unhas”, revela Cláudia.

ARSENAL Esmaltes Saia Justa e Sereia, da Impala; Tapete Vermelho, da Colorama; Coque, da Risqué; e nossas sugestões da pág. 56.

Enfrente o efeito palha

No verão, todo cuidado extra com os cabelos é bem-vindo. Afinal, você não vai deixar de se jogar no mar ou na piscina só por causa deles, certo? No entanto, nessa época o efeito palha é uma forte possibilidade. As agressões do sol, da água do mar e da piscina removem a camada hidrolipídica natural que protege o fio, tornando-o mais seco. Ainda abrem a cutícula (parte externa em forma de escama), o que dá o aspecto áspero e sem brilho, e danificam a queratina, proteína que forma a estrutura capilar.

COMO EVITAR Tratar o cabelo no salão antes da temporada de praia previne o problema. A cabeleireira Francis Simas, do Walter’s Coiffeur, no Rio de Janeiro, indica a cauterização molecular, um tratamento que repõe a água e os nutrientes perdidos pelo fio quimicamente tratado, além de criar uma capa protetora, selando-o. Em casa, utilize reconstrutores com aminoácidos de queratina, que encorpam e fortalecem os fios.

ARSENAL Linha Oyster Repair Treatment (xampu, condicionador e leave-in), da Mediterrani; Linha Fusion Pro Queratina + Silício (xampu, leave-in, defrisante e máscara), da Helcla Cosméticos.

De onde saiu esta acne?

Está aberta a temporada de cravos e espinhas, que podem atacar até quem nunca teve acne na vida. A combinação de oleosidade e suor cria o ambiente ideal para a proliferação das bactérias causadoras do distúrbio. “A situação piora com o uso de filtro solar com óleo. O excesso de componentes gordurosos provoca o surgimento de umas bolinhas que se parecem com pequenas espinhas em toda a face”, explica a dermatologista Adriana Leite, de São Paulo.

COMO EVITAR Capriche na limpeza do rosto, que deve ser feita, no máximo, três vezes ao dia. O limpador e o tônico adstringente têm de conter ingredientes que controlam a oleosidade excessiva, como ácido salicílico. O filtro solar deve ser indicado para pele oleosa. “Faça uma máscara de argila verde, que equilibra e refresca a pele, uma vez por semana”, ensina Adriana.

ARSENAL Hidratante Secatriz Facial, da Dermage; filtro solar Minesol Oil Control, da ROC; máscara Belmask com Argila Verde, da Bel Col; Tônico Adstringente Pure Zone Anti-Cravos, de L’Oréal Paris; loção de tratamento Clearskin Professional, da Avon.

Apagador de sardas e manchas

Basta um pequeno descuido para as temidas melanoses – manchas marrons provocadas pelo sol – surgirem e as sardas escurecerem. “A radiação solar aumenta a quantidade de melanócitos, células que produzem o pigmento que dá cor à pele, causando as manchas”, esclarece a dermatologista Érica Monteiro, de São Paulo.

COMO EVITAR As maiores vítimas são pessoas com pele muito clara e tendência a ter sardas, mas ninguém está livre do problema. É importante escolher o filtro solar adequado ao tipo de pele. Os produtos devem ter no rótulo duas siglas: o FPS, que indica a proteção contra os raios ultravioleta do tipo B, e o PPD, cujo valor deve ser no mínimo um terço do FPS e protege contra os raios do tipo A. A especialista recomenda usar na cidade FPS 30 e PPD mínimo de 10 e na praia FPS 50 e PPD mínimo de 16. Há filtros com tonalizantes na fórmula, que ajudam a disfarçar as manchas já existentes. “Para blindar mais ainda a pele, aplique por cima um pó também com filtro solar”, diz Érica.

ARSENAL Filtro solar Filtrium Color FPS 50 e PPD 22, da Libbs; Loção Tonalizante FPS 30 PPD 12, da Mezzo.

Controle de danos

Transpiração excessiva é problema sério: nenhum look consegue disfarçar as rodelas de suor debaixo do braço, principalmente se tiverem mau cheiro.

COMO EVITAR Segundo o der matologista Adilson Costa, de São Paulo, os desodorantes antitranspirantes contendo substâncias como cloridróxido de alumínio, cloreto de alumínio e/ou hidroxibrometo de alumínio combatem os dois problemas com maior eficácia.

“Se a ação do cosmético vencer, lave primeiro o local antes de reaplicar o produto”, ensina o médico.

A novidade são os antitranspirantes que também podem ser usados à noite para agir durante o sono. Se o suor atrapalha o convívio social, deve-se recorrer a um tratamento. “Aplicações de toxina botulínica, que neutraliza a ação dos nervos que controlam as glândulas sudoríparas, em axilas e na palma das mãos, podem livrar a pessoa do problema por seis a 12 meses”, explica Adilson.

ARSENAL Antitranspirante de ação noturna Clinical, da Rexona. Para tratar a irritação da axila, Calm & Care, da Nivea. Para pele sensível, Derm One, da Futura Biotech. Para clarear as axilas, Dermo Aclarant, da Dove.

Pontas unidas

A falta de cuidados em época de lavagens constantes pode levar à formação de pontas duplas e espigadas em cabelos tratados com química.

COMO EVITAR Quem tem reflexos nas pontas deve fazer hidratação semanal em casa com máscara nutritiva.

“A cada 60 dias, faça tratamento de reposição de queratina no salão de beleza”, recomenda o cabeleireiro Evandro Ângelo. Uma novidade interessante é o fluido de queratina com silicone. “O produto evita que a ponta se parta e repõe a proteína perdida. Se elas aparecerem, melhor aparar os fios.”

ARSENAL Keratin, da K.Pro.

Boca macia

Uma cena bastante comum na praia é ver um desfile de lábios ressecados e até com queimaduras de sol. “As pessoas se esquecem de hidratar e de aplicar filtro solar nessa região”, observa a dermatologista Karla Assed, do Rio de Janeiro. Um perigo, já que a pele da boca é fininha, sensível e não conta com a melanina, pigmento que dá cor à pele e protege contra o sol. “Quem abusar pode ser vítima de câncer de pele nos lábios, um tipo que ataca ambos os sexos, embora seja mais comum em homens”, revela a médica. Compre um protetor também para os homens da sua vida.

COMO EVITAR Invista em protetores labiais com FPS 30 ou mais, incrementados com ingredientes hidratantes.

Quem não abre mão da cor e do brilho pode usar gloss com filtro solar. “No caso de o lábio ficar muito ressecado no verão, passe primeiro uma pomada à base de vitamina B5 e só depois o protetor”, recomenda a médica.

ARSENAL Protetor Labial FPS 60, da Natura; pomada Bepantol, da Bayer; hidratante Aloe Lips With Jojoba, da Forever.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame