Conheça os alimentos que diminuem a barriga

Conheça os alimentos que diminuem a barriga

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:00

Como é difícil manter a barriga reta e lisinha, não? Para isso temos que abrir mão de muita coisa: doces, massas e frituras nem pensar. Isso fora praticar muito exercício físico. Mas vamos combinar que o esforço vale a pena, vai? Além de toda essa abdicação, você sabia que existem alguns alimentos que contribuem para a barriguinha dos sonhos? Siiim, e quem dá as dicas é a nutricionista Fernanda Machado Soares, do Rio de Janeiro.

As medidas convencionais para deixar a “barriga chapada” muitos de nós já conhecemos, afinal o assunto já vem sido discutido há tempos: beber oito copos de água ao longo do dia, se alimentar a cada três horas, comer fibras insolúveis diariamente (cereais integrais, sementes, cenoura, pepino) e evitar doces, massas e frituras após ás 18h. Se você tem esses hábitos alimentares, ótimo... já é meio caminho andado!

O que pouca gente sabe é que existem alguns alimentos que funcionam como “mágicos” no quesito reduzir a circunferência abdominal. A especialista explica quais são eles. Confira e deixe a barriga retinha:

Batata Yacon – é uma raiz tuberosa de sabor adocicado (semelhante a pêra e ao melão), que deve ser consumida 100g antes das refeições, crua em cubinhos ou fatiada associada a 200 ml de água. Propriedades: é rica em oligofrutose, um açúcar não absorvido pelo organismo, de baixo valor calórico. Esse alimento reduz as bactérias patogênicas do intestino, alivia a constipação intestinal, diminui os níveis séricos de glicose, evita a formação de cárie dentária e promove a saciedade plena quando ingerida concomitantemente com água;

Chá de Guarcínia com Oliveira – a Guarcínia contem o ácido hidroxicítrico que age como bloqueador de gorduras e moderador de apetite, por estimular a produção de serotonina. Quando associado às folhas da árvore da azeitona, o valor nutricional do chá quadriplica porque torna-se uma bebida rica em minerais como zinco, magnésio, potássio, fósforo, cobre e selênio, que estimulam o metabolismo a eliminar a gordura, principalmente as viscerais, que encontram-se na região abdominal. Deve-se ingerir no máximo três xícaras por dia, e não utilizar adoçante. Para melhorar o sabor e aumentar o potencial diurético, recomenda-se acrescentar cascas de abacaxi durante o processo de fervura, que deve levar mais de 15 minutos;

Proteína do soro do leite isolada - é uma proteína que contem todos os aminoácidos essenciais em quantidades elevadas e isenta de carboidrato ou gordura, o que a torna altamente digerível, potencializando a síntese de fibras musculares e aumento da massa muscular. Pode ser utilizado como substituto do jantar, porque é altamente sacietogênico, batido com iogurte light e com fruta laxativa, como mamão. A redução das medidas podem ser observadas em apenas sete dias;

Leite fermentado – é uma bebida levemente ácida simbiótica porque apresenta bactérias de ação probiótica e prebiótica no organismo humano. Essas substâncias promovem a manutenção da flora bacteriana, melhorando além do trânsito intestinal, a redução da absorção de gordura e melhoria da imunidade. Deve ser ingerido em jejum pela manhã, juntamente com 200 ml de água. Aguardar 10 minutos para fazer a refeição do desjejum.

Alimentos que devem ser evitados...

Para quem não quer ter uma barriguinha saliente, Fernanda dá as dicas de quais alimentos devem ser evitados: “alimentos que provocam fermentação e aumento de gases ou redução da motilidade do estômago são inimigos do abdome sarado”, diz. São eles: couve-flor, couve-de-bruxelas, repolho, feijão, grão de bico, cerveja, açúcar, leite integral, queijo amarelo, refrigerantes, água gaseificada, sal, frituras, doces como pudins, bolos, mousses. Para quem é viciado em doce, a especialista ajuda: “Que tal substitui-los por opções menos calóricas, como gelatinas, chocolate amargo (60% de cacau), barrinhas de cereais, picolé de fruta, frutas secas?”, ensina.

O cardápio ideal para quem quer ter uma barriga chapada...

Desjejum: 1 copo de água + 1 unidade de leite fermentado com lactobacillus

Café-da-manhã: 1 copo de suco de laranja sem coar + 1 xícara de chá de oliveira com garcínia + 1 fatia de pão de forma integral com queijo tipo cottage light + 1/2 mamão papaia com 1 c. de café de mel

Colação: 1 iogurte light ou com lactobacillus 0% de gordura

Almoço:

100g de Batata Yacon + 1 copo de limonada sem açúcar

1 prato fundo de vegetais folhosos verdes crús + 2 c. de sopa de cenoura crua ralada + 2 tomates cerejas + 1 c. de chá de azeite extra-virgem para temperar + 1 c. de chá de vinagre de maçã para temperar.

1 filé (200g) de frango, peixe, ou boi, grelhado, assado ou cozido, temperado com alho e cebola.

2 c. de sopa de arroz integral ou legume cozido / refogado / purê

2 c. de sopa de feijão vermelho

4 uvas roxas de sobremesa

NÃO INGERIR LIQUIDOS DURANTE ESSA REFEIÇÃO

Lanche:

1 xícara de chá de oliveira com garcínia com pedaços de casca de abacaxi

3 castanhas-do-Pará

3 damascos secos ou 3 ameixas pretas secas

Jantar:

100g de batata yacon + 200mL de água

1 copo de iogurte light batido com 2 c. de sopa de Proteína de soro de leite isolada + 1 banana d´água + 1 c. de sobremesa de aveia em flocos grossos

Ceia:

1 maçã com casca

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame