Evite o envelhecimento precoce da pele

Especialista mostra os erros e acertos na hora de cuidar da sua pele.

fonte: Guiame, com informações da Claudia

Atualizado: Quinta-feira, 7 Novembro de 2019 as 3:23

(Foto: Hoxton/Sam Edwards/Getty Images)
(Foto: Hoxton/Sam Edwards/Getty Images)

Manter a pele bonita e saudável em uma rotina corrida pode ser um grande desafio para muitas mulheres. Durante o dia, nossa cútis ficam expostas aos raios solares, à poluição, aos produtos químicos e à variação de temperatura, tudo isso – e mais alguns outros fatores, como má alimentação – influenciam no envelhecimento precoce da pele.

Por isso, para alcançar resultados satisfatórios, é preciso manter cuidados diários. “No início pode parecer difícil, mas com o tempo você se acostuma com essa rotina de beleza”, disse a dermatologista Danuza Dias Alves, da Clínica Leger, à Claudia.

Consultas rotineiras a um especialista são importantes para conhecer melhor a sua pele e descobrir quais fatores podem contribuir para o envelhecimento, como idade, nível de agressão cutânea e alimentação e, assim, identificar o tratamento adequado.

Dias Alves listou algumas dicas ao site Claudia do que fazer e do que não fazer na hora de cuidar da pele para evitar seu envelhecimento. Confira!

O que fazer

- Mantenha uma rotina diária de cuidados que inclua o uso de sabonete específico para a face e ideal para o seu tipo de pele;

- Sempre remova a maquiagem com demaquilante ou água micelar antes de dormir. Esse hábito auxilia em uma limpeza mais profunda da derme;

- À noite, use um ácido sugerido pelo seu dermatologista de acordo com a época do ano e o tipo de pele. Ele acelera a renovação das células e ajuda a tratar as rugas, além de estimular o colágeno;

- Faça uma hidratação com o creme ideal para o seu tipo de pele. Para saber a frequência de uso indicada, converse com o seu dermatologista. Uma pele bonita e bem hidratada depende não só de você, mas também do médico.

- Hidrate também seu corpo! Manter o equilíbrio hídrico é importante para o bom funcionamento dos órgãos, além de manter as células “inchadas”, o que elimina o aspecto rugoso.

O que não fazer

- Não faça esfoliação com muita frequência. Esse é um dos problemas mais recorrentes no consultório. Remover a oleosidade em excesso faz com que você tenha mais oleosidade, o que não é indicado;

- Não procure por um produto que seja milagroso. Não existe um produto que seja o melhor de todos. O sucesso da pele do paciente depende de uma combinação de tratamentos rotineiros feitos corretamente e acompanhamento com dermatologista, pelo menos uma ou duas vezes ao ano, dependendo da necessidade da sua pele.

- Não durma pouco. A falta de uma boa noite de sono aumenta a produção do hormônio cortisol, que favorece o envelhecimento das células corporais, inclusive as da pele.

veja também