Aprenda em oito passos a lavar o rosto corretamente

Ato auxilia no tratamento da pele e equilíbrio do pH

Fonte: Guiame, com informações de Minha VidaAtualizado: sexta-feira, 25 de setembro de 2015 13:49
Lavando o rosto
Lavando o rosto

Lavar o rosto é um hábito que só tem a trazer benefícios para a pele. Além de despertar pela manhã, deixa a pele mais clara, ganha poros desobstruídos e controla a oleosidade.

"Além disso, os tratamentos estéticos ficam mais eficientes quando a pele está limpa, pois os produtos penetram com mais facilidade", afirma o dermatologista Carlos Miranda, diretor da clínica A Nova Estética, em Belo Horizonte.

A recomendação é lavar o rosto duas vezes por dia, sendo manhã e noite. Seguindo esse hábito, garante todos esses benefícios sem desequilibrar o pH da pele. Apesar de ser uma prática fácil, lavar o rosto sem risco de irritações precisa seguir os passos corretos. Confira as dicas de lavagem, segundo os dermatologistas.

Lavar as mãos antes de tudo

A primeira coisa a fazer é deixar as mãos limpas. "Como elas serão usadas para enxaguar e aplicar sabonete e outros produtos, é essencial que estejam livres de bactérias para não contaminar o rosto", explica o dermatologista Carlos Miranda, diretor da clínica A Nova Estética, em Belo Horizonte. Capriche na tarefa: passe sabonete, esfregue uma mão na outra e tire todo o sabão - a fórmula usada nas mãos é muito agressiva para a pele do rosto.

Verifique a temperatura da água

De acordo com Carlos Miranda, o ideal é sempre usar a água em uma temperatura natural ou, em dias frios, levemente aquecida. "A água muito quente, apesar de mais confortável, deixa a pele mais ressecada e desidratada", afirma o dermatologista. Para combater o ressecamento, as glândulas da pele produzem ainda mais óleo, deixando a pele oleosa demais.

Já a água muito fria provoca um choque térmico na pele, ou seja, causa constrição dos vasos. "Em médio prazo, esse choque pode provocar alterações róseas na estrutura da pele", diz o especialista.

Acerte na quantidade de sabão

Geralmente, as fórmulas de sabonete para o rosto são mais suaves e eles não fazem tanta espuma. Não se preocupe com isso, a dose ideal de sabonete líquido deve ser suficiente para espalhar por toda a pele, incluindo a região abaixo do pescoço. Se o sabonete for em barra, faça a espuma nas mãos e vá aplicado no rosto, sem se preocupar em fazer sabão. Para escolher o tipo de sabonete ideal para a sua pele, veja as dicas do dermatologista Carlos Miranda:

- Pele normal a mista: procure um sabonete neutro e que hidrate e tonifique a pele. Pode conter extrato de hamamélis e alantoína;
- Pele oleosa: use um sabonete com substâncias mais secantes ou adstringentes, como o própolis;
- Pele seca: prefira produtos mais nutritivos, que hidratam e não fazem muita espuma, como à base de lanolina e óleo de amêndoas.

Massageie o rosto

Em vez de esfregar a pele com o sabão, faça uma massagem. "A pele do rosto é muito sensível", afirma a dermatologista Cristina Graneiro, da clínica La Liq, no Rio de Janeiro. "Dependendo da intensidade e da força que você usa para esfregá-la, poodem surgir pequenos ferimentos, arranhões ou um rompimento das fibras de colágeno e elastina, que dão firmeza e sustentação à pele".

Uma massagem suave, feita com as pontas dos dedos, pode estimular a circulação local, melhorando a nutrição das células da pele. "Só tome cuidado com a duração dos movimentos, o estímulo exagerado também pode levar ao aumento da oleosidade", adverte Cristina, que recomenda não passar de cinco minutos.

Utilize bucha vegetal

A bucha faz uma esfoliação suave da pele, removendo impurezas e células mortas. "Cuidado apenas para não usá-la com muita agressividade e machucar a pele", afirma Cristina Graneiro. Além disso, evite passar a bucha sempre - usar duas ou três vezes por semana já é suficiente e não desgasta demais a pele - quando ela é muito estimulada, a oleosidade aumenta e os poros podem se obstruir.

Enxague com atenção

É comum se esquecer de enxaguar direito algumas partes do rosto. "A área dos olhos, principalmente entre as mulheres, costuma acumular maquiagem e precisa de atenção especial", diz a dermatologista Cristina. Ela conta que a região próxima ao couro cabeludo também costuma ficar esquecida, com acúmulo de resquícios de sabão, que podem deixar a pele irritada e ressecada.

Finalize com água fria

Enxaguar com água fria no final ajuda a deixar os poros mais fechados. "Isso acontece porque a baixa temperatura leva à constrição dos vasos (vasoconstrição)", afirma Cristina Graneiro. Mas não é preciso exagerar na mudança de temperatura da água para não provocar um choque térmico muito agressivo à pele.

Seque com cuidado

Use uma toalha limpa (de preferência uma que você use apenas para secar o rosto) e não arraste ou esfregue na pele. "A melhor maneira de secar é pressionando a toalha levemente contra o rosto, para absorver o excesso de água sem irritar a pele", recomenda a dermatologista Cristina.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame