O que a cruz custou a Deus?

O que a cruz custou a Deus?

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:30

(I CL 1: 19,20)

O SACRIFÍCIO DE JESUS NA CRUZ, ATENDEU AS EXIGÊNCIAS DIVINAS QUE OUTROS TIPOS DE MORTE JAMAIS ATENDERIAM.

CADA PREGO E CADA GEMIDO DE DOR TRANSFORMARAM-NO NO CRISTO, O MESSIAS PROMETIDO POR DEUS!

Para nós, seres humanos, todos sujeitos a mágoa, anseios e emoções, torna-se muito difícil (e até mesmo quase impossível), uma capacidade própria e uma compreensão plena sobre o quanto custou a Deus permitir que Seu próprio Filho morresse na cruz.

Se Deus quisesse perdoar os nossos pecados por outro meio ou se os problemas deste mundo fossem resolvidos de outra maneira, Deus não permitiria que Seu Único Filho viesse a este mundo para morrer em uma cruz. Nunca!

Leia este trecho da oração de Jesus no Getsêmani:

"E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres".(Mt 26:39)

Em outras palavras, Jesus disse assim:

"Pai, se existe outra maneira de redimir a raça humana(adquiri-la para Ti outra vez), ó Pai, encontre esta maneira"!

Mas não existia outra maneira. Por isto, Jesus disse logo em seguida:

"Todavia, não seja como Eu quero, e, sim, como Tu queres"

Observe que a preocupação de Jesus não era com a Sua morte e sim com o cumprimento da vontade do Pai, pois naquele instante Ele estava preparando-se para cumprir toda a lei de Moisés. Uma Lei que ninguém conseguiria cumprir e, devido a isto, as pessoas pecavam a todo instante. Vamos ler:

"Qualquer que comete pecado, também comete iniquidade; porque o pecado é iniquidade (I Jo 3:4)".

Isto acontecia porque a Lei era perfeita, mas as pessoas imperfeitas. Vamos entender melhor o que afirmo acima lendo um trecho do Livro de Levíticos:

"Quando um príncipe pecar, fazendo por ignorância qualquer das coisas que o Senhor seu Deus ordenou que não se fizessem, e assim se tornar culpado;

Se o pecado que cometeu lhe for notificado, então trará por sua oferta um bode, sem defeito; porá a mão sobre a cabeça do bode e o imolará no lugar em que se imola o holocausto, perante o Senhor; é oferta pelo pecado. Depois o sacerdote, com o dedo, tomará do sangue da oferta pelo pecado e pô-lo-á sobre as pontas do altar do holocausto; então o resto do sangue derramará à base do altar do holocausto. Também queimará sobre o altar toda a sua gordura como a gordura do sacrifício da oferta pacífica; assim o sacerdote fará por ele expiação do seu pecado, e ele será perdoado (Dt 4: 22-26)".

Aqui Moisés descreve uma situação na qual um líder nacional se apresenta para oferecer holocausto pelo seu pecado. Estes são os fatos:

1º) Quando o príncipe pecar

2º) Trará por sua oferta um bode

3º) Sem defeito (macho)

4º) E porá a mão sobre a cabeça do bode

5º) E o imolará (é oferta pelo pecado)

6º) Então o sacerdote com o dedo tomará do sangue da oferta pelo pecado e o porá sobre os chifres do altar.

7º) Assim o sacerdote fará expiação por ele no tocante ao seu pecado, e este lhe será perdoado.

Agora observe a sequência dos fatos:

O homem pecou e quer o perdão de Deus. Ele dirige-se ao sacerdote levando um animal, um exemplar sem defeito, e coloca a mão sobre a cabeça do animal. Simbolicamnete, neste ato, sua culpa [e o castigo que ele teria que suportar por causa do pecado], são transferidos para o animal.

A seguir, ele o imola, como oferta pelo pecado, e o sacerdote coloca uma parte do sangue sobre o altar!

Qual é o significado disto tudo?

É a expiação (SUBSTITUIÇÃO) para o homem, com relação ao seu pecado. EXPIAÇÃO = SUBSTITUIÇÃO.

Porém tudo isto era um simbolismo. Eles voltavam a pecar e, cada vez mais, tinham que fazer sacrifícios. Vamos ler:

"Porque é impossível que o sangue dos touros e dos bodes tire os pecados (Hb 10: 4)"

Então, para resolver DEFINITIVAMENTE a situação do pecado no ser humano, Deus resolveu oferecer-se a Si próprio como Único e Perfeito sacrifício, através do Seu próprio Filho, Jesus. Leia e medite nestas passagens:

"E assim todo o sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar os pecados (Hb 10: 11,12)".

"Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas ESTE, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade (Hb12:10)".

Agora entenda que a expiação tornou Jesus (Aquele que Salvaria o mundo dos seus pecados: Mateus 1:21) em Cristo (o nosso Substituto, o Messias, o Ungido de Deus).

POR ISTO: PELO SOFRIMENTO DE JESUS, NÓS TEMOS A PARTICIPAÇÃO DIVINA NA EXPIAÇÃO:

1º) A morte dEle seria para a remissão e isso exigia sangue. Sem sangue não há remissão (Hb 9:22: I Ped 1 ;19; Ef 1 ;17)

2º) Jesus nos substituiu como alvo da maldição

Maldito o que for pendurado no madeiro.(Deuteronômio 21:23 e Gálatas 3:13).

3º) Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e isso através de suas pisaduras. Pelas suas pisaduras fomos sarados (Isaías 53:5).

ENTÃO, REALMENTE TERIA QUE SER MORTE NA CRUZ?

Vamos fazer uma análise das alternativas que poderiam ser utilizadas pelos romanos, e que o levariam a "dar sua vida em resgate de muitos (Jo 10:28)". Observe atentamente:

Alternativas de morte Os efeitos restritivos diante da promessa divina Enforcamento Sem sangue / sem maldição Ferido por lança Algum sangue / ferimento local Apedrejamento Algum sangue / sem maldição Fome ou sede Sem sangue / sem pisaduras Envenenamento Sem sangue / sem pisaduras Fogo Sem derramar sangue / sem maldição Afogamento Sem sangue / sem pisaduras "Fuzilado" por flechas Sem derramamento de sangue Então, O SACRIFÍCIO DE JESUS NA CRUZ, atendeu as exigências divinas que outros tipos de morte jamais atenderiam. Eis a verdade que DEUS revelou a todos nós:

Característica Elementos Referência Maldição Cruz Dt 21:23 Derramar sangue Coroa / cravos / lança Hb 9:22 Pisaduras Mãos / pés / cabeça / tronco / órgãos internos Is 53:5 Assim, cada prego, cada gemido de dor, a lança que o perfurou, a blasfêmia, tudo o que aconteceu na cruz é:

O AMOR SOFREDOR DE DEUS. POR MIM. POR VOCÊ. POR TODOS NÓS!

SOMENTE ESTE AMOR PODE QUEBRANTAR O CORAÇÃO DO PECADOR E LEVÁ-LO A UM ARREPENDIMENTO PARA A SALVAÇÃO:

"Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus(2 Co 5: 21)".

"Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse, E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus (I Cl 1: 19,20)".

ESTE FOI O PREÇO PAGO POR DEUS. ESTA É A IMPORTÂNCIA DA MORTE TER SIDO NA CRUZ!

Ronaldo Didini   é pastor, jornalista, radialista, escritor e apresentador. Ficou conhecido em todo Brasil por apresentar o programa de televisão 25ª Hora, na década de 90, na Rede Record. Atualmente, é gestor e apresentador do Canal 21.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame