Idéias e atitudes

Idéias e atitudes

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:32

Uma boa idéia pode ser desperdiçada por falta de atitudes para que ela seja colocada em prática.

Deus não nos fez para ficarmos parados no tempo. Ele é poderoso e não faria algo na sua imensa força de criar que ficasse restrito a quase nada. Sua vontade e seus desejos para conosco é que cresçamos e nos tornemos conquistadores absolutos de tudo aquilo que viermos a sonhar.

No entanto, o homem tem uma capacidade incrível de se limitar e contentar-se com o que tem e isso o deixa sempre a mercê daquilo que Deus planejou para ele.

Um sábio escritor das Bahamas afirma: "o inimigo do melhor é o bom". Achamos que está bom o que temos e não buscamos o melhor. Isso é uma triste realidade.

Quando compramos um aparelho eletrônico, quase sempre o fazemos funcionar, devido o que aprendemos ou vimos alguém dizer a respeito da instalação. Mas não sabemos aproveitar todas as funções daquele aparelho, porque não lemos o manual de instrução. Limitamos a utilidade do aparelho apenas a aquilo que conhecemos dele.

Até mesmo um automóvel destes modernos, muitas vezes ficamos sem saber para que serve tantos botões, simplesmente porque entramos, apertamos o cinto , ligamos o motor e fazemos o veículo se locomover. Se olhássemos o manual do veículo, saberíamos sobre todos os componentes que fazem parte dele e que foram criados para oferecer conforto e segurança, e que, pelos quais pagamos, tornando o veículo caríssimo.

Na vida pessoal e profissional acontece a mesma coisa. Muitas pessoas estão terminando suas vidas, frustradas e confusas, porque não ousaram em sair de onde estavam, por não terem de passar pelo inconveniente de aprender, de explorar seu potencial, arrastando-se na mesmice do dia-a- dia, sem se importar  em saber que poderia fazer algo melhor.  

Certo homem disse que o lugar mais rico da terra é o cemitério, pois nele estão enterrados sonhos não realizados, livros que nunca foram publicados, quadros jamais pintados e projetos que jamais foram tirados das mentes criativas de homens, que não tomaram atitudes para colocá-los em prática.

Jesus certa vez contou uma parábola, dizendo que um homem tinha dois filhos, e um dia disse a um deles:

- Vai a tal lugar.

O filho prontamente responde que iria, porém não foi fazer o que seu pai lhe pedira.

A mesma coisa o pai pediu ao outro filho e ele disse-lhe:

- Não irei. Porém mais tarde decidiu fazer a vontade de seu pai.

Com isto Jesus quis dizer que não adianta tomarmos decisões de realizar algo, se não tomarmos atitudes para executar estas decisões.

A boa vontade não nos leva a lugar algum, se não for precedida por ação. Como diz a canção: "Quem sabe faz a hora, não espera acontecer".

  Rafi Dias é pastor e escritor.

Contato: rafidias@hotmail.com

Siga-nos

Mais do Guiame