Um líder pode rir na vida

Um líder pode rir na vida

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

Um dos dons mais preciosos que uma pessoa pode exercer na liderança é o dom do humor. Um líder, não importa o que aconteça, consegue rir de si mesmo. Não leve a si mesmo tão a sério! Não leve as outras pessoas tão a sério também.

Tem pessoas que acham que, para ser um líder, você precisa ser sério. Elas acham que se você sorrir, você não é ungido! Fui pregar numa igreja onde o pastor era bem rabugento. E as pessoas eram rabugentas também! Seguidores se tornam iguais aos seus líderes! Parecia que todos haviam sido batizados em suco de limão!

Aquele foi um desafio para mim! Comecei a liderar o momento de louvor com músicas alegres, as quais eles nunca tinham ouvido. De repente, aquelas pessoas estavam sorrindo! Elas passaram a seguir a mim! E a igreja começou a dançar! Deus faz milagres! Peça um para Ele!

Até mesmo aquele pastor dançou pela primeira vez na vida! Aquele homem é um grande líder. Quando ele começou a dançar, a igreja veio abaixo! E eu soube: Missão cumprida! Porque o líder foi liberto!

Aquele pastor só se vestia de preto, mas, no dia seguinte, ele apareceu de terno azul. A igreja disse: "Ohhhhhhh!". Hoje ele tem ternos de diversas cores! Aquela igreja mudou a partir daquele dia. Deus faz milagres! Deus mudou aquele homem e pode mudar você e eu também!

Nada grande pôde ser feito até hoje sem que houvesse um custo. Toda grande árvore foi antes uma semente, e esta semente, antes de virar árvore, teve de morrer. Precisamos olhar para o custo, e não apenas para a ambição de fazer algo grande. Podemos beber do mesmo cálice que Jesus bebeu? O seu cálice fala do preço a ser pago. Um líder precisa pagar o preço e olhar para Deus.

O primeiro preço a ser pago na liderança é o sacrifício pessoal. Esse preço é o alicerce da verdadeira liderança. Quem quer ser grande precisa servir a todos. O Filho do homem veio para servir, e não ser servido. Um líder de verdade nunca acha que alguém lhe deve por seus serviços. Ele entende o preço envolvido naquilo que faz.

O segundo preço da liderança é a solidão. A natureza da vida de um líder é uma vida solitária, e você precisa entender isso. Um líder precisa sempre se manter na frente daqueles que o estão seguindo.

O líder mais solitário no mundo é aquele a quem foi confiada à palavra profética que está muito à frente de seu tempo. Ou seja, ele sempre está em conflito com o presente. Nem todos concordarão com esse líder, e as pessoas podem se colocar contra ele, o que causará solidão.

Um líder deve estar preparado para não ter ninguém ao seu lado, apenas Deus. Você está pronto para isso? Você não conseguirá impactar a sua geração se não souber ficar sozinho.

Outro custo da liderança é a fadiga. O mundo é liderado por pessoas cansadas. Se você não estiver disposto a levantar mais cedo do que as outras pessoas, dormir mais tarde e estudar mais do que elas, você não vai impactar a sua geração. Grandes homens e mulheres de Deus estão sempre cansados, mas eles nunca reclamam, porque têm paixão pelo seu propósito.

Outro preço da liderança é a critica. A humildade de um líder é mais testada na maneira como ele reage e responde às críticas. O custo de ser um líder envolve a rejeição. Se você odeia ser rejeitado, você nunca será um líder. Quem decide viver de forma santa deve se preparar para a rejeição. Um líder nunca é aceito plenamente antes de ser rejeitado.

Outro preço da liderança é a pressão e a perplexidade. A vida de um líder é cheia de responsabilidades.

Marcus Gregório é pastor, graduado e pós-graduado em Teologia. Empresário, escritor, preletor internacional, consultor financeiro, fundador da 0NG Pró-Viver e Presidente do Conselho de Pastores do Estado do Rio de Janeiro.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame