Líderes versus Gerentes

Líderes versus Gerentes

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

Posições na igreja não podem conferir liderança a você. A igreja tem enfrentado problemas, porque os membros votam e elegem pastores que não têm o chamado de Deus. Não são os títulos que nos fazem líderes.

Pessoas inspiradas inspiram a outras pessoas. Quando você é inflamado com a paixão de Deus, isso contagia as pessoas. Inflame-se!

A liderança genuína de Deus geralmente se manifesta naqueles que se mostram aprovados a partir do comprometimento, disciplina, habilidades pessoais e diligência. Eles pertencem a qualquer etnia ou classe social, e a qualquer parte do mundo.

Mahatma Ghandi, um pobre e magrelo, inspirou a muitas pessoas sendo apenas ele mesmo, assim como Madre Teresa. Um líder não olha para ver se as pessoas estão vestindo o que ele veste ou dirigindo o que ele dirige, pois ele está muito ocupado em ser ele mesmo. Isso é ser um líder verdadeiro, e nenhum curso na faculdade pode te ensinar isso.

Um líder é aquele que guia através da influência ou aquele que direciona, porque partiu primeiro. Não dá para ser líder sem seguidores. Uma pessoa que têm subordinados - mas não tem seguidores - não é um líder. Subordinados que não são seguidores são apenas vistos como recursos.

Só porque as pessoas estão fazendo o que você diz não significa que você seja um líder. A liderança é algo tão estranho... As pessoas podem estar te obedecendo apenas por terem medo de você... Mas o verdadeiro amor lança fora o medo.

A verdadeira liderança não encoraja a subordinação. Até mesmo Jesus não quis mais saber de subordinação entre os seus discípulos: ?Vocês não são mais servos, mas são meus amigos?! A subordinação não é o alvo da liderança.

Um líder verdadeiro é aquele que guia outros à liderança. Um líder verdadeiro odeia subordinados! Você nunca deve se satisfazer com a dominação de outros sobre você! Isso não está na sua natureza. Um líder de verdade não tem subordinados, mas tem seguidores.

O que é um seguidor? Um seguidor é aquele que segue um líder numa causa ou propósito comum. Um líder inspira confiança através do seu caráter.

Ele não ameaça ou manipula as pessoas a seguirem-no. Ele não usa táticas de culpa para fazer as pessoas agirem como ele quer que elas ajam. Um líder verdadeiro não encoraja as pessoas a idolatrarem-no, mas a se tornarem elas mesmas.

A verdadeira liderança e grandeza não são alcançadas quando resumimos o homem ao seu serviço. Um líder é um servo confiante. Ou seja, um servo que escolheu servir, e é confiante no serviço que oferece a outros. Ele não precisa que as pessoas o sigam para se sentir alguém confiante. Por ele já ser alguém, as pessoas o seguem.

Mas a igreja tem estado doente. ?Você não colocou o meu nome na lista. Quando o senhor mencionou o meu nome no culto, se esqueceu de falar da minha última conquista?.

Quando você morrer, as pessoas não se lembrarão do seu título, mas do impacto que você teve sobre elas.

Líderes verdadeiros inspiram outros a seguirem-no, por serem pessoas inspiradas. É uma pessoa que se tornou ela mesma tão plenamente que ela expressa aquilo que se tornou. Todo mundo nasceu para liderar, mas as pessoas se tornam líderes quando se tornam elas mesmas. Todo mundo tem essa capacidade.

Qual é a diferença entre um líder e um gerente? Qual deles você é? Todo mundo começa como seguidor, passa a gerente e se torna um líder. Você não se torna um líder assim que nasce, porque a liderança é o resultado de um processo. Você precisa gerenciar antes de alguém confiar em você. Quando você se torna um líder, a sua transição inspira outros a fazerem o mesmo.

O gerente administra; o líder inova. O gerente é uma cópia; o líder é um original. O gerente mantém; o líder desenvolve. O gerente foca em sistemas e estruturas; o líder foca em pessoas. O gerente controla; o líder inspira confiança.

O gerente tem visão de curto alcance; o líder tem perspectivas em longo prazo. O gerente pergunta como e quando; o líder pergunta o quê e por quê. O gerente imita; o líder legitima.

O gerente aceita o status; o líder o desafia. O gerente diz: ?Esse é o jeito que as coisas sempre foram feitas?; o líder diz: ?Até eu efetuar mudanças?. O gerente faz certas as coisas; o líder faz as coisas certas.

Torne-se você mesmo. Quero que vocês se sintam desconfortáveis com aquilo que o mundo fez com que vocês se tornassem.

Marcus Gregório é pastor, graduado e pós-graduado em Teologia. Empresário, escritor, preletor internacional, consultor financeiro, fundador da 0NG Pró-Viver e Presidente do Conselho de Pastores do Estado do Rio de Janeiro.

Siga-nos

Mais do Guiame