Missões: Tarefa nossa

Missões: Tarefa nossa

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:32

Em 1916, aconteceu no Panamá a primeira conferência das forças missionárias que atuavam na América Latina. O relatório afirma que havia 126.000 evangélicos em toda a América Latina. Setenta e seis anos depois, por ocasião do CLADE III - Terceiro Congresso Latino-Americano de Evangelização, que aconteceu em Quito, no Equador de 24 de Outubro a 4 de Novembro de 1992, os mil delegados presentes receberam dados que atestavam que havíamos passado a casa dos 40 milhões de Evangélicos. Hoje, estatísticas conservadoras afirmam que só o Brasil conta com mais de 25 milhões de Evangélicos.

O tema de CLADE III foi: "Todo o Evangelho, para todos os povos, a partir da América Latina". Aqueles congressistas, baseados em suas experiências de campo, publicaram uma declaração afirmando que o Espírito Santo fez surgir na América Latina uma nova consciência missionária. Viu-se que, em nosso continente, algo se somou à prática missionária do passado: uma disposição crescente de assumir a responsabilidade da igreja, em obediência à Palavra. Há uma convicção de que toda a igreja é responsável pela evangelização de todos os povos raças e línguas. Entendemos que uma fé que se considera universal, mas que não é missionária, se transforma em retórica sem autoridade e se torna estéril.

MISSÕES é a missão da igreja. Toda a igreja é missionária e não apenas alguns crentes especializados. Essa é uma conclusão mínima para quem crê no sacerdócio universal dos crentes. Por qual motivo Jesus capacitou Sua igreja com Dons Espirituais e com o poder do Espírito Santo? Para o cumprimento da sua tarefa missionária (leia Atos 1.8).

Com que objetivo nós fazemos missões? Para que as pessoas sejam marcadas pelo conhecimento de Deus e se tornem Seus adoradores. É isso que Deus procura (leia João 4.23,24). É o dever de cada crente levar os homens ao arrependimento de seus pecados, à fé e à obediência de Cristo. E, usando as palavras de John A. Mackay, que foi missionário na América Latina, "o evangelho é um chamado para seguir a Cristo pelo caminho, não para contemplá-Lo da distância confortável da arquibancada". No "Caminho" o cristão renuncia ao pecado, à vida afastada do temor de Deus, às paixões insanas e se volta para Deus, o Pai, por meio de Jesus Cristo, o Filho, no poder do Espírito Santo. Seguir a Cristo é a única maneira de chegar a Deus: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim" (João 14.6).

Entendemos que missões não é uma questão de ideologia nem de religião: é a nossa resposta à ordem de Cristo. E, como resultado natural, aumenta o número dos salvos adoradores e faz crescer a igreja.

Jonas Neves nasceu em Rolândia - PR, em 07 de outubro de 1953. Nascido em lar evangélico, entregou sua vida a Cristo aos sete anos de idade. Em 1973 foi para Belo Horizonte, onde, em 1977 graduou-se bacharel em Teologia pelo STEB-FATEBAN - Faculdade Teológica Batista Nacional. Por cinco anos foi seminarista da Igreja Batista da Lagoinha e dentre outras realizações fundou a Igreja Batista Getsêmani de Belo Horizonte - MG, a qual pastoreou por 4 anos. Em 1981 a Convenção Batista Nacional, CBN, o elegeu Secretario Executivo da Aliança Batista Missionária da Amazônia. Transferiu-se para Belém - PA com toda sua família. Até 1985 exerceu um ministério com muito sucesso. Estabeleceu igrejas, assentou missionários, implantou a estrutura da CBN, desde Rondônia até Piauí. Depois disso aceitou o convite da Igreja Batista da Lagoinha, Belo Horizonte - MG, e esta serviu por 15 anos como pastor. No Final de 1999 o Pr. Jonas Neves de Souza assumiu o pastorado da Igreja Batista do Povo, São Paulo - SP. É casado com Solange e tem cinco filhos: Aline, Ádila, Anny, Iva e Alisson. Tem cinco netos.  

Siga-nos

Mais do Guiame