MENU

Geral

Romance no escritório

Ainda que parece inofensivo, o romance no trabalho pode ser uma pedra em sua trajetória profissional. Entenda mais!

Fonte: Guime, com informações da revista Today Christian WomanAtualizado: sábado, 4 de julho de 2015 11:50

Imagine a situação. Você está solteiro (a), divide sua estação de trabalho diariamente com pessoas interessantes. Horas de almoço juntos, pausas para café, alguns post-it motivacionais trocados de vez em quando ... muita conversa e o flerte pode ser inevitável.


Em artigo a revista Today Christian Woman, Diane Paddison – fundadora de um programa social que ajuda mulheres que trabalham a conciliar carreira fé e família, avisa que mesmo que a ideia de paquera seja apreciada por ambos os lados o flerte pode ser fatal. “Digo isso como alguém que não é necessariamente contra romances de escritório! Namorar colegas de trabalho é arriscado e deve ser manuseado com cuidado (e fora do escritório) mas eu já vi isso acabar bem para muitos casais” escreve.
Ela continua dizendo que mesmo na melhores circunstâncias flertar no trabalho pode gerar uma distração entre as pessoas envolvidas e muitas vezes para as pessoas ao redor também podendo gerar até mesmo alguns danos na reputação profissional.


"Paquera no trabalho é simplesmente perigoso e podendo limitar muito carreira", diz David Nour, autor de Relationships Economics publicado pela Forbes. Ele pode facilmente gerar dúvidas sobre suas intenções, credibilidade e caráter, minando relações de chave, e até mesmo submeter-lo a avanços indesejados, diz ele.


Mas sem extremismos, isso não significa caminhar na direção oposta que se esforça em manter todas as relações de trabalho "estritamente profissional." Paddison diz ter observado algumas mulheres que adotam uma atitude fria e impessoal no escritório mas fora deles é acolhedora e solidária com as pessoas. “Acho que esta abordagem contraproducente que muitas vezes afasta as pessoas. Não vamos esquecer que, como cristãos, somos embaixadores de Deus no trabalho. Abrindo nossos corações ao e se preocupar com as pessoas com quem trabalhamos é uma das principais formas que podemos "ser como Cristo" no trabalho, e é realmente bom para o negócio também” diz.


Para ser um membro da equipe ou líder eficaz você precisa conhecer as pessoas com quem trabalha, e compreender as suas personalidades, pontos fortes e paixões. Além do mais, ter um ambiente de trabalho amigável e engajado contribui para uma maior produtividade e satisfação profissional.


Então, como saber quando a cordialidade está mudando de direção (ou pode ser percebido como) flertar?


1. Faça um auto- check up.
Seja honesto consigo mesmo, preste atenção ao seu próprio coração, e ore para que Deus abra os olhos para quaisquer pontos cegos. Filipenses 4: 8 pode ser seu guia neste momento: " Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”


2. Pergunte a alguém que você confia.
Se você tem um amigo próximo no escritório, ele pode ser útil para te ajudar na interpretação real dos fatos, mas se você perguntar alguém sobre isso esteja pronto para aceitar sua resposta. Ao ouvir interpretações de seu comportamento por outras pessoas pode ser esclarecedor, mas também pode ser embaraçoso e humilhante.


3. Responda com profissionalismo.
Se em algum momento da sua carreria você se deparar com alguém que parece excessivamente estar flertando em sua direção a melhor coisa à fazer é responder com profissionalismo. “Em um ponto em minha carreira eu me encontrei em uma posição onde eu tinha que trabalhar em estreita colaboração com um homem que tinha uma reputação agressiva por flertar abertamente (e mais) com as mulheres que ele conheceu no trabalho. Eu achava grosseiro a maneira como ele se referia a mim, mas ele representava um dos maiores clientes da minha equipe, então eu não podia evitar de trabalhar com ele. Então eu tive que encontrar um equilíbrio delicado para fazer ele se sentir respeitado e também precisava deixá-lo saber que seus avanços não eram bem-vindos. Nesse caso, minha melhor estratégia de defesa era sempre tratá-lo de maneira cordial e me policiando para orientar suavemente nossas conversas para assuntos de negócios. Se não havia razão para nós estarmos sozinhos, eu mantinha uma distância física adequada. Em caso de jantares de negócios eu sempre convidava um colega para se juntar a nós, e no final da noite, eu oferecia um aperto de mão e um alegre mas firme "boa noite". Usando esta estratégia, fomos capazes de trabalhar juntos por anos sem incidente” compartilha Diane.


Quando se trata de romance no escritório todos nós queremos acreditar na ideia que o "flerte inocente" pode não atrair problemas, mas com raras execeções, a paquera no escritório pode dar errado em tantas maneiras. Proteja os seus relacionamentos e sua carreira e lembre-se: é mais fácil dizer não ao flerte quando o incidente ainda é pequeno e "inocente" que corrigir um problema maior futuramente.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame