Vítimas de acidente com trio elétrico são veladas em Bandeira do Sul

Vítimas de acidente com trio elétrico são veladas em Bandeira do Sul

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:54

Cinco dos 16 mortos em um acidente em uma festa de pré-carnaval em Bandeira do Sul, na Região Sul de Minas Gerais, são velados no ginásio poliesportivo da cidade nesta segunda-feira (28). A previsão é que as vítimas sejam enterradas na tarde desta segunda-feira (28). O acidente aconteceu neste domingo (27).

  Segundo a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), uma serpentina metalizada teria sido jogada em um cabo de energia. O cabo teria se partido e caído no chão, atingindo um trio elétrico. Segundo os bombeiros, dezenas de pessoas ficaram feridas. Elas estão sendo atendidas no Hospital Paulina Damen, em Bandeira do Sul, na Santa Casa de Poços de Caldas e no Hospital São José, em Botelhos.     De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas estavam na rua e em cima do trio. Segundo a Cemig, a serpentina metalizada teria atingido um cabo de média tensão, de cerca de 7 mil Volts. Com o acidente, a cidade ficou sem energia. A Cemig informou, nesta segunda-feira (28) que o serviço foi restabelecido.

O pré-carnaval deste domingo (27) foi organizado pela Prefeitura de Bandeira do Sul. O G1 tentou falar por telefone com a prefeitura nesta segunda-feira (28), mas ninguém foi encontrado.

O secretário de Saúde de Poços de Caldas, Jose Julio Balducci, disse ao G1 que muitos pacientes estão sendo atendidos na Santa Casa da cidade, já que Poços fica a cerca de 20 km de distância de Bandeira do Sul, onde ocorreu o acidente.     "Disponibilizamos toda nossa estrutura de saúde. Inclusive temos equipes de médicos e enfermeiros em Bandeira do Sul", afirmou. Segundo Balducci, a Prefeitura reservou uma área no hospital para receber os familiares das vítimas que estão em busca de informações. "Foi uma catástrofe. Tinha muita gente no trio elétrico e ainda não sabemos o número exato de óbitos, além feridos entre leves e graves", disse.

Uma professora, que pediu para não ser identificada, disse ao G1 que a praça onde aconteceu o acidente é próxima à casa dela. Mas ela não estava na hora do acidente. "Cheguei na praça e vi tudo. É inexplicável. É doído demais. Não tem só vítima da cidade. Tem vítima de Poços (de Caldas), tem vítima de Botelhos". A moradora disse que, entre os mortos, estão adolescentes. "Eu sou professora. Tenho alunos adolescentes entre os mortos. Não tem parente meu, graças a Deus. Mas é todo mundo tão amigo que parece parente", relatou a professora, ainda chocada com a notícia.

Bandeira do Sul fica a 440 quilômetros de Belo Horizonte e tem 5.340 habitantes, segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A economia gira em torno da agropecuária, principalmente produção de tomate e arroz, de acordo com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais.    

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame