Muro de mansão desaba na serra da Cantareira, em SP

Muro de mansão desaba na serra da Cantareira, em SP

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:01

As chuvas que atingem São Paulo desde a noite de segunda-feira (10) provocaram deslizamento de terra em uma mansão da Serra da Cantareira, na zona norte de São Paulo.

O muro da frente e a encosta que fica nos fundos da residência desabaram. A Defesa Civil estuda a interdição de algumas casas na região.

Com os temporais, pelo menos 12 pessoas morreram no Estado. Na terça-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou que começará operação de emergência para a retirada de sedimentos do fundo dos rios Tietê e Pinheiros. O objetivo do chamado desassoreamento dos rios é evitar novos alagamentos na cidade de São Paulo e na região metropolitana.

As obras custarão R$ 800 milhões aos cofres públicos e serão feitas por meio de licitação. O governo vai escolher a empresa que oferecerá o melhor preço para o trabalho de desassoreamento.

Para conter gastos, Alckmin diz que haverá um local mais próximo dos rios para depositar os sedimentos.    

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame