Lama dá lugar à poeira e moradores usam máscaras na Região Serrana

Lama dá lugar à poeira e moradores usam máscaras na Região Serrana

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:00

Com o tempo mais seco, a lama dá lugar à poeira na Região Serrana do Rio. Para amenizar o incômodo do forte odor e medo de contaminação, os moradores se protegem como podem: toalhas no rosto e máscaras. Já é difícil encontrá-las em locais de doação e nas farmácias das principais cidades atingidas.

“A gente não está conseguindo comprar. Os caminhões não estão vindo”, conta o farmacêutico Lenildo Munhões.

Segundo a subsecretária de vigilância e saúde Hellen Miyamoto, no entanto, não há com o que se preocupar. “A recomendação para usar são para os profissionais que estão trabalhando diretamente dentro do IML (Instituto Médico Legal) ou dentro das unidades de saúde. Os pacientes que têm doenças respiratórias prévias devem passar por uma unidade de saúde para saber se há ou não recomendação do uso.

Mais de 670 mortos

Segundo os números oficiais das prefeituras das cidades devastadas pelas chuvas, a tragédia já atingiu mais de 670 mortos , em sete dias de buscas, em cinco municípios: Nova Friburgo, Teresópolis, Sumidouro, Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto. Outros tantos municípios como Bom Jardim, que está isolado, e Areal também sofreram com a forte chuva que começou a cair na noite de terça-feira passada (11). Milhares de pessoas estão desabrigadas ou desalojadas.

Segundo a Polícia Civil, um corpo também teria sido encontrado em Bom Jardim . Com isso, passariam a ser seis cidades com registros de mortos na Região Serrana, segundo a polícia. O G1 não conseguiu entrar em contato com a prefeitura de Bom Jardim.    

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame