Cidades vizinhas à Região Serrana do RJ também sofrem com a chuva

Cidades vizinhas à Região Serrana do RJ também sofrem com a chuva

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:00

A chuva que castiga a Região Serrana do Rio desde a noite de terça-feira (11) também deixa marcas nas cidades do Centro Sul Fluminense. que ficam mais acima de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. São registros de alagamentos, queda de barreiras e pessoas desalojadas.

Em Sapucaia, três comportas da barragem Morro Grande, que fica em Areal, cidade próxima ao distrito de Itaipava, em Petrópolis, foram abertas por causa do grande volume de água. A medida aumentou o nível do Rio Paraíba do Sul, que transbordou.

No distrito de Anta, também em Sapucaia, o nível da água atingiu mais de 6 metros. As localidades mais atingidas foram as conhecidas como Vasquinho e Pantanal. Segundo a prefeitura, todos os moradores foram avisados sobre a abertura das comportas, e por isso, eles conseguiram sair das casas antes do alagamento.

Na cidade de Três Rios, nas margens da BR-040 (Rio-Juiz de Fora), o Rio Piabanha transbordou e a água atingiu a rodovia nas proximidades do Km 30. Todo o tráfego está sendo desviado para a faixa que segue para Minas Gerais até o Km 33.   Complicações também em Rio Claro

O risco de deslizamentos em diversos pontos da cidade de Rio Claro, também no Centro Sul Fluminense, deixa complicada a situação no município. Casas e barrancos ameaçam desabar e as regiões mais afetadas são as do Centro, Morro do Estado, Alambari, Itambé e o acesso ao bairro Cascata.

Segundo a prefeitura, houve queda de barreiras em algumas estradas da cidade e técnicos trabalham na retirada da terra e recuperação das vias. Uma rua do Centro chegou a ser interditada e os moradores obrigados a sair de casa. Ainda de acordo com prefeitura, a Defesa Civil do município está monitorando estas áreas.

Tragédia na Região Serrana já deixou 335 mortos

Depois de dois dias de chuva forte, subiu para 335 o número de mortos na área. Em Nova Friburgo, são155 vítimas.  Em Teresópolis já são 146 mortos e em Petrópolis o número de vítimas chega a 34, onde a maioria delas foi encontrada no Vale do Cuiabá, no Distrito de Itaipava.

As buscas por outras vítimas na Região Serrana terão o apoio de helicópteros nesta quinta (13). Durante a madrugada, uma chuva fraca atingiu as cidades de Teresópolis e Petrópolis, mas sem registro de novos deslizamentos. Em Nova Friburgo, a comunicação ainda é precária, já que o sistema de telefonia foi atingido.    

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame