Candidata ao Senado barrada pela Ficha Limpa tem recurso aceito

Candidata ao Senado barrada pela Ficha Limpa tem recurso aceito

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:48

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes aceitou pedido da candidata ao Senado pelo Distrito Federal, Maria de Lourdes Abadia (PSDB), que foi barrada pela Lei da Ficha Limpa.

A sentença de Mendes foi dada com base na decisão do Supremo, do dia 23 de março, que considerou a lei inválida para a eleição do ano passado.

Apesar de ter a candidatura validada, a votação de Abadia não altera a eleição no Distrito Federal.

Ela foi barrada em decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Isso porque ela foi condenada, em 2006 pelo TRE-DF, por compra de votos quando era candidata a governadora. Como não foi eleita, o tribunal decidiu por multá-la em R$ 2.000.

Segundo o TSE, mesmo não tendo sido eleita, ela foi punida e se encaixava nas restrições impostas pela Ficha Limpa.

Ontem, Mendes aceitou recurso do candidato a deputado estadual do Paraná Antonio Belinati (PP) contra decisão que barrou sua candidatura.

Na semana passada, o ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Marco Aurélio aceitou oito recursos de candidatos que foram barrados pela Lei da Ficha Limpa.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame