MENU

Mundo

Pai de menino morto em carro orientou família sobre seguro de vida

Menino tinha dois seguros no valor de US$ 27 mil, segundo investigações. Cooper Harris, de 22 meses, morreu sufocado preso em carro; pai foi preso.

Fonte: G1Atualizado: quarta-feira, 9 de julho de 2014 12:06
Pai de menino morto em carro orientou família sobre seguro de vida
Pai de menino morto em carro orientou família sobre seguro de vida

Pai de menino morto em carro orientou família sobre seguro de vidaJustin Ross Harris, preso pela morte de seu filho de 1 ano e 10 meses que foi deixando em um carro sob o sol por sete horas nos Estados Unidos, estava preocupado em conseguir recuperar o dinheiro dos seguros de vida que estavam no nome do menino, segundo mandados de busca obtidos pela revista norte-americana “People”.

“Durante as investigações, Harris fez comentários com familiares sobre um seguro de vida que estava no nome do menino e o que eles precisariam fazer para recuperá-lo”, diz o mandado.

O caso aconteceu no dia 18 de junho. Justin disse que deixou o filho, Cooper Harris, no carro da família por cerca de sete horas após esquecer de deixá-lo na creche. As investigações, entretanto, apontaram que o pai já havia pesquisado na internet quanto tempo uma criança poderia ficar dentro de um carro sob o sol, e que o menino tinha seguros de vida em seu nome.

Segundo a polícia, havia dois seguros de vida no nome de Cooper – um no valor de US$ 2 mil e outro de US$ 25 mil.

Pelo menos 16 mandados de busca foram emitidos no caso. Foram coletados telefones da família, iPads e computadores. Os investigadores têm como foco as finanças da família e suas dívidas.

Os detetives tambpem buscam registros médicos de Cooper, assim como informações sobre qualquer condição que a criança pode ter tido e dados sobre seu desenvolvimento e crescimento.

Harris, de 33 anos, disse à polícia que deveria levar seu filho à creche na manhã do dia 18 de junho, mas que dirigiu para seu trabalho sem perceber que o bebê estava na cadeira de crianças no banco detrás do automóvel. O filho ficou no carro por cerca de sete horas a temperaturas mais elevadas do que 30ºC.

Neste mesmo dia, Harris trocou fotos nu com várias mulheres, inclusive adolescentes. Em semanas anteriores, havia visitado um site que fala sobre não ter filhos e fez uma busca na internet para saber “como sobreviver na prisão”, disse o detetive.

Segundo a polícia, Harris foi parado por um policial no estacionamento de um centro comercial quando carregava o corpo do menor no carro. A autoridade lhe pediu que entregasse o celular e Harris se recusou a entregá-lo por duas vezes. Então ele foi preso.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame