MENU

Mundo

Colômbia quer extradição de membro das Farc preso no Amazonas

Colômbia quer extradição de membro das Farc preso no Amazonas

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:24

O governo da Colômbia vai pedir a extradição de José Samuel Sánchez, que foi preso há 12 dias pela Polícia Federal do Amazonas sob suspeita de tráfico internacional de drogas e formação de quadrilha e é apontado como membro da comissão de finanças e logística das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Documento enviado ao Brasil pelo DAS (serviço de inteligência e imigração colombiano) da cidade de Letícia confirma que ele integra as Farc. Em depoimento à PF, porém, ele negou participação no grupo.

De acordo com o DAS, Sánchez tem duas ordens de captura expedidas pela Justiça de Letícia pelas acusações de morte de civis e tráfico de drogas.

No país vizinho, o colombiano é conhecido como Martín Ávila Contreras, o ''Tatareto'' (gago) - elo entre as Farc e traficantes brasileiros e responsável por enviar cargas de alimentos e remédios do Brasil para os acampamentos da guerrilha.

O juiz estadual Mauro Antony, titular da vara especializada em tráfico de entorpecentes, que pode autorizar a extradição de ''Tatareto'', disse que vai aguardar relatório da prisão do acusado para se manifestar. Antony decretou a prisão do colombiano e de outras sete pessoas detidas com ele.

Entre os acusados, são integrantes das Farc, segundo a PF, os colombianos Nestor Raul Sánchez e Carlos Rodrigues Orosco, que trabalhavam com ''Tatareto''. Eles estão presos em Manaus.

Uma comissão de agentes do DAS viaja nesta semana a Manaus para ouvir ''Tatareto''. O superintendente da PF do AM, delegado Sérgio Fontes, diz que ''Tatareto'' pode ser extraditado após cumprir as penas dos crimes praticados no Brasil. ''Não o vemos como um chefão. 'Tatareto' é um narcoguerrilheiro a serviço das Farc. Amanhã ele é facilmente substituído, como também pode ter pessoas iguais a ele em outras cidades do Brasil'', disse.

O DAS diz no documento que Sánchez é integrante da Frente 1 - que é responsável, segundo investigações, pela produção de uma tonelada de cocaína por mês. Segundo a PF, a Frente 1 pertence ao chamado Bloco Oriental das Farc. É liderada por Jorge Briceño Suárez, o ''Mono Jojoy'', integrante do grupo que sequestrou a ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt.

''Tatareto'', segundo a PF, montou no AM dois acampamentos para contatos com a guerrilha. Uma empresa de pesca era usada como fachada para enviar os carregamentos de droga a Manaus. O esquema ficou ativo por ao menos cinco anos.

Por Kátia Brasil

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame