São Paulo fecha rodada do Brasileirão nesta segunda-feira contra o Goiás

Tricolor pode diminuir para cinco pontos a vantagem do líder Cruzeiro e fazer o goleiro ser o jogador mais vitorioso da história. Verdão defende série invicta

Fonte: Globoesporte.comAtualizado: segunda-feira, 27 de outubro de 2014 11:08
Ganso durante treino do São Paulo no CT da Barra Funda
Ganso durante treino do São Paulo no CT da Barra Funda

Depois de passar o fim de semana como espectador secando os rivais, o São Paulo tem nesta segunda-feira, às 20h30, no Morumbi, mais uma chance de mostrar que segue vivo na briga pelo título brasileiro. Mas a missão não será nada fácil para um time que voltou a ser instável e que joga desfalcado. No dia em que Rogério Ceni pode quebrar mais um recorde na carreira, o Tricolor precisa interromper a boa fase do Goiás. 

Uma vitória fará o São Paulo recuperar a vice-liderança e alimentará a esperança da torcida pela sétima taça do nacional. Se vencer, o time dirigido por Muricy Ramalho ficará somente cinco pontos abaixo do Cruzeiro, restando sete rodadas. Hoje, os mineiros seguem absolutos, com 61 contra 53 dos paulistas.  

O Goiás não deixará a nona colocação se vencer, mas aumentará sua boa sequência. A equipe do Centro-Oeste não perde há cinco partidas no Brasileiro, com três vitórias e dois empates. O rendimento fez o time se firmar na metade da tabela, com 41 pontos. Se o rebaixamento está distante, as chances de chegar à Libertadores são ainda menores. 

A partida desta segunda marca também a possibilidade de Rogério Ceni se transformar no jogador profissional com o maior número de vitórias na história do futebol. Hoje, ele está empatado com Ryan Giggs, lenda do Manchester United, com 589 em 1135 partidas. Os números são aferidos pelo Guiness World Records. 

O PFC 1, PFC HD e o PFC internacional transmitem a partida. Você acompanha também, em Tempo Real com vídeos, no GloboEsporte.com.

AS ESCALAÇÕES:
 

São Paulo: o técnico Muricy Ramalho não revelou a escalação, mas foi obrigado a mexer em virtude das suspensões. Hudson na lateral direita, Antônio Carlos na zaga e Michel Bastos no meio devem aparecer. Luis Fabiano, recuperado de uma lesão na coxa direita, provavelmente ocupará o lugar do garoto Ewandro, que não teve bom rendimento contra a Chapecoense. A provável formação é a seguinte: Rogério Ceni, Hudson, Antônio Carlos, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Ganso e Michel Bastos; Alan Kardec e Luis Fabiano.

Goiás: por opção de Ricardo Drubscky, o time titular segue com algumas incógnitas. A principal está no ataque: quem assume a vaga de Samuel? Ramon, Tiago Real e Bruno Mineiro são as principais alternativas. Certo mesmo, apenas o retorno de Amaral. A provável formação esmeraldina é: Renan; Felipe Macedo, Jackson, Pedro Henrique e Lima; Amaral, David, Thiago Mendes, Esquerdinha e Ramon (Tiago Real ou Bruno Mineiro); Erik.

QUEM ESTÁ FORA:
 

São Paulo: Paulo Miranda, Kaká e Rafael Toloi cumprem suspensão. Alexandre Pato (coxa esquerda) está vetado pelo departamento médico. 

Goiás: Samuel reclamou de dores musculares no último treino e foi vetado. Léo Veloso também está lesionado e só deve voltar em 2015. Valmir Lucas, João Paulo e Juliano se recuperam de cirurgia no joelho.

PENDURADOS:
 

São Paulo:  Alan Kardec, Hudson, Maicon, Rodrigo Caio e Souza.

Goiás: Alex Alves, David, Felipe Macedo, Jackson, Lima, Moisés, Pedro Henrique, Samuel, Tiago Real e Valmir Lucas.

 
Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame