Hoje, na Copa do Mundo Seleções Europeias pegam as 'zebras' africanas

Fonte: Globoesporte.comAtualizado: segunda-feira, 30 de junho de 2014 11:24
Musa, da Nigéria
Musa, da Nigéria

Musa, da NigériaOs dois jogos da Copa do Mundo nesta segunda-feira (30) têm disputa entre favoritos europeus e "zebras" africanas. Válidos pelas oitavas-de-final, os confrontos são França x Nigéria, às 13h, em Brasília; e Alemanha x Argélia, às 17h, em Porto Alegre.

Nigéria e Argélia são os únicos "sobreviventes" de seu continente. Na primeira fase, foram eliminadas as seleções de Gana, Camarões e Costa do Marfim. A Nigéria é atual campeã da Copa Africana de Nações, mas vive um momento tenso, com direito a ameaça de "greve" dos atletas por falta de pagamento de premiação.
Já França e Alemanha protagonizaram, até aqui, algumas das goleadas mais impressionantes da Copa. Logo na rodada inicial, os alemães atropelaram Cristiano Ronaldo e companhia, impondo 4 x 0 em Portugal. Os franceses, por sua vez, fizeram 5 x 2 na Suíça.
O G1 preparou um roteiro para quem vai acompanhar de perto essas partidas. Confira:

França x Nigéria, às 13h, em Brasília
Antes de a Copa do Mundo começar, a França não estava na lista de principais favoritos para vencer o torneio ou pelo menos chegar às finais. Os mais cotados eram Brasil, Argentina, Alemanha e Holanda. Ou ainda Itália e Inglaterra, que nem da fase de grupos conseguiram avançar.
Mas então os franceses passaram fácil por Honduras (3 x 0) e Suíça (5 x 2). A partir dali, os "Bleus" mostraram que desejam reverter a péssima imagem deixada na Copa de 2010, na África do Sul, quando terminaram no 29º lugar (entre 32 seleções). Ainda falta muito para repetir as bem-sucedidas campanhas de 1998 (1º lugar) e de 2006 (2º lugar). Mas o time está bem. Liderado por Benzema, o ataque é o ponto forte: na primeira fase, nenhuma outra seleção finalizou mais que a França, que tem média de 20,7 por jogo.

Uma preocupação dos franceses é o horário do confronto com os nigerianos, que alterou o cardápio dos atletas e os faz temerem o calor. "Já nos informaram que vamos comer macarrão logo cedo", afirmou o lateral Sagna em entrevista coletiva. O volante Schneiderlin falou sobre as altas temperaturas: "Mas não podemos deixar que isso atrapalhe a nossa mente. Temos que estar bem psicologicamente para a partida".

Sagna também elogiou a Nigéria: "Para mim é o melhor time africano. São muitos jogadores bons, alguns atuando na Europa. É um time perigoso, que vai ter garra, vai combater". Schneiderlin completou: "Os times africanos estão evoluindo. Conhecemos o impacto físico deles. Nesses últimos anos, eles progrediram na parte tática".
A Nigéria, apesar da recente "crise da greve", aposta no aprendizado com os erros do passado. No caso, com a decepção de 1998. Na Copa da França, o time foi um dos destaques da primeira fase e passou em primeiro no grupo, mas deixou o "sucesso subir à cabeça" (os jogadores até pintaram o cabelo de loiro...). Resultado: tudo foi por água abaixo nas oitavas, com uma goleada por 4 x 1 para a Dinamarca.

Na Copa do Brasil, a atual campeã da África teve desempenho mediano na primeira fase: empate em 0 x 0 com o Irã; vitória de 1 x 0 sobre a Bósnia; e derrota por 3 x 2 para a Argentina.

O estádio: Demolido em 2010, o Estádio Nacional Mané Garrincha foi reinaugurado em maio de 2013. Aproximadamente 15 mil homens trabalharam na obra da arena, que tem capacidade para 72,8 mil pessoas. O custo total ficou em cerca de R$ 1,4 bilhão. Em 11 de junho de 2012, o operário José Afonço de Oliveira Rodrigues, de 21 anos, morreu em um acidente na construção, ao cair de uma altura de 30 metros. Foi a primeira das oito vítimas em obras de estádios da Copa no Brasil.

O que fazer: Como o jogo é às 13h, a dica é levantar cedo para conhecer a capital e depois partir para o estádio. A cerca de 5 km de distância, fica a Praça dos Três Poderes. "Reúne o prédio do Itamaraty, o do Supremo [Tribunal Federal] e o Palácio do Planalto, além do próprio Congresso [Nacional]. Ali você tem uma ideia de como a cidade foi planejada", recomenda o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello.

Outra opção é a Torre de TV, que fica ao lado do Estádio. Foi inaugurada em 1967, com projeto de Lúcio Costa, inspirado na Torre Eiffel, em Paris. Tem um mirante panorâmico a 75 metros de altura. Em sua base há uma feira de artesanato.

A cantora Ellen Oléria sugere ainda a Prainha: "A dez minutos da Asa Norte, no Lago Paranoá". É um ponto de lazer tradicional, frequentado por famílias e crianças que aproveitam os dias de sol e calor para se refrescar em suas águas calmas. Da margem, é possível ter uma vista do Lago Norte e da Ponto JK, outro cartão-postal de Brasília.

Fifa Fan Fest: Montada no Taguaparque, em Taguatinga, a Fifa Fan Fest do Distrito Federal tem a banda Fresno como principal atração desta segunda-feira (30). O grupo gaúcho entra no palco às 19h05. Mais cedo, às 11h15, entra em cena o DJ Maraskin. às 20h35, é a vez do DJ Maffra.

Vale prestar atenção na lista de itens proibidos de entrar no local da festa: latas, copos, garrafas, coolers e isopores; fogos de artifício, armas, sprays, aerossóis, artefatos explosivos, de raio laser e similares; carrinhos de bebê, animais, bolsas e mochilas com mais de 40 cm; malas, pastas, filmadoras e câmeras com lentes maiores de 15 cm. Saiba como chegar.

Depois do jogo: Dá para deixar para comer depois da partida e fazer um belo almoço tardio. Há desde opções mais rápidas, como a pastelaria Viçoca, sugerida pelo ator Murilo Rosa, até restaurantes como o Coco Bambu, recomendado pela embaixadora dos Estados Unidos no Brasil, Liliana Ayalde.
O local fica em frente ao Lago Paranoá, que pode ser visitado após a refeição. Conhecido como "mar de Brasília", ele tem, além dos restaurantes, espaços culturais, áreas para caminhadas e bares com música ao vivo. Já suas águas são propensas para a prática de esportes.

A tarde pode ser reservada ainda para conhecer a Catedral Metropolitana de Brasília, aberta até as 18h e projetada por Oscar Niemeyer; o Museu Nacional, que junto da Biblioteca Nacional integra Complexo Cultural da República; ou o Píer Lago Norte, que proporciona uma bela visão de fim de tarde.
Para jantar, o ator Juliano Cazarré, nascido em Pelotas (RS), mas criado em Brasília, recomenda o Universal Diner: "Interessante pela decoração e pelos pratos bem bacanas do menu. Já virou um restaurante clássico para jantar com amigos ou a dois". Também cita o Beirute, um dos bares mais tradicionais da cidade, fundado há 48 anos.


Alemanha x Argélia, às 17h, em Porto Alegre
A Alemanha nunca perdeu um jogo de oitavas-de-final em Copas do Mundo. Cabe à Argélia tentar pôr fim a esta invencibilidade. Dentre todos os jogos desta fase do torneio, este é o que dá para cravar com mais certeza: se o favorito perder, pode dizer que deu zebra.
Mas há quem esteja otimista entre os argelinos. O zagueiro Halliche, por exemplo. "Será um jogo difícil. A Alemanha tem experiência neste tipo de partida, mas nós não temos nada a perder", comentou antes do jogo. "Vamos lá para jogar tudo o que temos. Por que não fazer uma coisa bonita no Beira-Rio?"

Na primeira fase, os alemães começaram bastante bem, com o 4 x 0 em cima de Portugal. Mas depois perderam o ritmo: empate em 2 x 2 com Gana e vitória magra de 1 x 0 em cima dos Estados Unidos. A Argélia estreou perdendo de 1 x 0 para a Bélgica, em seguida fez 4 x 2 na Coreia do Sul e por fim empatou em 1 x 1 com a Rússia.
Apesar do favoritismo, o técnico alemão Joachim Löw prevê tensão no confronto. Ele, no entanto, conta com a inspiração do atacante Müller, um dos artilheiros da Copa, com quatro gols. "Na fase preparatória nós vimos que o Müller é mentalmente forte e vai ser difícil para qualquer adversário detê-lo. É difícil enfrentá-lo porque ele é muito inteligente e sempre descobre uma maneira de chegar na área", comentou Löw.

Os números comprovam esse diagnóstico. Müller foi mais eficiente do que Neymar e Messi, seus "companheiros" de artilharia na primeira fase. Precisou só de sete finalizações para marcar seus gols, contra 11 do brasileiro e 13 do argentino. O adversário tem uma receita para tentar barrar toda essa eficiência. "Como parar Müller? Com alegria e atitude", antecipou o zagueiro Halliche.

Ele também deve ficar atento com relação a outro artilheiro alemão, Miroslav Klose, que contra Gana igualou a marca de Ronaldo e se tornou o maior artilheiro da história das Copas, com 15 gols. Atualmente na reserva, ele pode ter a chance de se isolar como o maior goleador de todos os tempos em mundiais.

O estádio: Reinaugurado em abril, o Estádio Beira-Rio começou a ser reformado em dezembro de 2010, com a demolição de parte das arquibancadas inferiores. Nesse período, a obra foi interrompida por 270 dias, até que fossem assinados contratos. A reforma custou R$ 300 milhões, e a capacidade é de 50 mil pessoas. A três meses do início da Copa, por causa de um impasse sobre a construção de estruturas temporárias, chegou-se a cogitar a exclusão do Rio Grande do Sul do evento. O alvará definitivo foi obtido a apenas seis dias do jogo inaugural.
O que fazer: Como o ideal é chegar ao Beira-Rio por volta das 15h (no máximo), dá tempo de aproveitar a cidade. Pela manhã, vale uma visita à Usina do Gasômetro, que abre as 9h nos dias de semana. Antiga usina de geração de energia, hoje conta com espaços para exposições de arte, shows e salas de cinema.

Do lado de fora, a área verde em frente ao Guaíba é convidativa para uma atividade tipicamente porto-alegrense: tomar chimarrão. Ali perto fica o Parque Marinha do Brasil, que tem quadras de futebol de salão, tênis, vôlei, basquete, pistas de patinação, skate, atletismo e ciclismo, aparelhos para ginástica, campos de futebol, além de recantos infantis.

Quem quiser uma vista panorâmica da capital do Rio Grande do Sul pode ir para o alto do Morro Santa Tereza, recomendado pelo escritor Fabrício Carpinejar. "O mirante na Zona Sul de Porto Alegre tem uma linda vista da cidade: com o Beira-Rio e o Guaíba de fundo".
Outra opção é o Parque Moinhos de Vento, que fica aberto 24 horas. Também conhecido como Parcão, fica na área nobre de Porto Alegre. Oferece opções de lazer como quadras de futebol, basquete, tênis, vôlei e aparelhos de ginástica. Há uma biblioteca para o público infantil, localizada dentro de uma réplica de moinho açoriano, que dá nome ao lugar.

Fifa Fan Fest: A estrutura fica montada no Anfiteatro Pôr do Sol, à beira do Rio Guaíba, que é uma atração turística da cidade. Nesta segunda-feira, a principal atração é Dudu Nobre. O sambista se aprenta a partir das 19h05. Mais cedo, toca a banda Dublê.

Depois do jogo: Para jantar, o cineasta Jorge Furtado (de filmes como "O homem que copiava" e da série "Doce de mãe") indica a churrascaria Komka. "A melhor churrascaria da cidade. Além das carnes, não perca a polenta frita, a massa feita em casa e o melhor sagu do mundo. O ambiente é familiar, com direito a tevê ligada [sem som!] e criançada, mas a comida é espetacular, e o cardápio de vinhos bastante completo", descreve.

Para quem quiser experimentar cortes mais exóticos, vale passar pelo Na Brasa Steak, uma das churrascarias mais tradicionais de Porto Alegre. Servem pernil de javali e paleta de cordeiro.
Para aproveitar a noite, Jorge Furtado sugere a Rua João Alfredo, uma das principais e mais movimentadas do boêmio bairro Cidade Baixa. A área tem grande quantidade de bares e casas noturnas, uma ao lado da outra. "O bairro todo é uma atração, com seus bares de calçada e muita gente na rua, várias casas com música brasileira", comenta o diretor.
A "concorrente" rua Padre Chagas tem proposta parecida: grande quantidade de bares, restaurantes e casas noturnas. Também é chamada de "Calçada da Fama".

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame