Andrés Sanchez é acusado pelo Ministério Público de crime fiscal

Fonte: Globoesporte.comAtualizado: quinta-feira, 7 de agosto de 2014 20:19
Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians
Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians

Andrés Sanchez, ex-presidente do CorinthiansEx-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez está sendo acusado pelo Ministério Público Federal de praticar crimes fiscais em 2010, quando ainda comandava o clube. 

De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo, Andrés e três diretores do clube teriam sonegado R$ 94,1 milhões  em impostos. Segundo a acusação do MPF, os valores eram descontados nas folhas salariais de funcionários, mas não repassados aos cofres públicos.

Além de Andrés, também estão sendo denunciados Roberto de Andrade, ex-vice presidente, André Luiz de Oliveira, ex-diretor administrativo, e Raul Corrêa da Silva, diretor financeiro. O Corinthians informou que o dinheiro não foi apropriado para benefício próprio dos dirigentes e avisou que já houve acordo para pagar a dívida. 

Por telefone ao GloboEsporte.com, Raul Corrêa da Silva afirmou que o acordo com a justiça está em vigor "desde o fim do ano passado" e que o clube "paga mensalmente o que deve".

 
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame