Técnicos envolvidos no doping de Presidente Prudente são afastados

Técnicos envolvidos no doping de Presidente Prudente são afastados

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:52

Depois de serem banidos do atletismo por decisão unânime do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), os técnicos Jayme Netto e Inaldo Sena agora também estão impedidos de exercer a profissão de professores de educação física por quatro anos. Desta vez, o Tribunal de Ética do Conselho Regional de Educação Física de São Paulo foi o órgão que decidiu afastar os dois pivôs do escândalo de doping de Presidente Prudente, em 2009. As informações são do jornal "Folha de SP".

Os dois técnicos, porém, ainda podem recorrer da suspensão no Conselho Federal de Educação Física no Rio de Janeiro.

Jayme Netto e Inaldo Sena confessaram ter aplicado injeções da substância proibida eritropoietina em cinco atletas de sua equipe em Presidente Prudente. O caso acabou gerando o maior escândalo de doping do atletismo brasileiro.

Os atletas Jorge Célio, Bruno Sena, Josiane Tito, Lucimara Silvestre, Luciana França, que testaram positivo no exame antidoping realizado em 2009, foram suspensos por dois anos em 2010 pelo STJD.  

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame