Robinho não vê erro em ausência a lar espírita

Robinho não vê erro em ausência a lar espírita

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:26

A ausência de grande parte dos titulares santistas em uma ação solidária promovida pelo clube causa polêmica. Líder do grupo que se recusou a descer do ônibus para entregar ovos de Páscoa para os pacientes da casa Lar Espírita Mensageiros da Luz, em Santos, na tarde de quinta-feira, Robinho apontou motivos religiosos como responsável pela atitude, e diz não estar arrependido.

"Só ficamos sabendo quando chegamos ao local que se tratava de um ambiente espírita. Cada jogador tomou a atitude que achou conveniente, e acho que a religião de cada um precisa ser respeitada. Ninguém orientou a gente para que tomássemos essa atitude. Ela foi movida pela religiosidade de cada um. Isso não tem que virar polêmica" disse o atacante, em entrevista à TV Bandeirantes.

Neymar e Paulo Henrique também concederam entrevista para a mesma emissora. Eles se mostraram arrependidos e prometeram visitar a instituição brevemente.

"Cheguei em casa, conversei com o meu pai, e percebi como foi ruim a nossa postura. Jamais vou repetir algo assim, e por isso, temos que pedir desculpas" destacou Neymar.

O jovem atacante santista é evangélico fervoroso e apontou a religiosidade como a principal motivadora da atitude. "Fiquei sabendo dos rituais religiosos realizados no local somente quando cheguei lá. Tomei essa atitude, pois tinha receio de não me sentir bem. Pretendo voltar lá (Lar Mensageiros da Luz) para visitar o pessoal" justificou Neymar, que ainda apontou a existência de outros motivos.

"Isso não pode ser dito aqui. Precisa ficar fechado no grupo mesmo. Melhor nem tocarmos mais nesse assunto" comentou o camisa 17.

Já Paulo Henrique Ganso foi ao local com seu carro. Quando se encaminhava para dentro da instituição foi chamado pelos jogadores presentes no ônibus. Ganso entrou no veículo e foi convencido a aderir ao movimento.

"Foi o que o Neymar falou. Foi um motivo pessoal do elenco e que diz respeito ao grupo" tentou explicar, Ganso. A religiosidade foi o motivo a ausência de Roberto Brum no local. O volante, no entanto, nem sequer esteve presente no ônibus santista que saiu do CT Rei Pelé com destino ao lar espírita, no início da tarde de quinta-feira. O jogador realiza frequentemente doações a diversas instituições.

"Posso garantir que não fomos pilhados pelo Brum, nem por ninguém. É uma decisão que varia de pessoa para pessoa. Não sou moleque, e arco com as conseqüências", finalizou Robinho.

Somente 11 atletas santistas participaram da ação beneficente. Felipe, Wladimir, Edu Dracena, Zé Eduardo, Arouca, Pará, Gil, Maikon Leite, Breitner, Zezinho e Wesley foram os responsáveis pela entrega dos ovos. Dorival Júnior e grande parte da diretoria também estiveram presentes no local.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame