Kleber aprova Wellington Paulista, mas cobra a vinda de mais reforços

Kleber aprova Wellington Paulista, mas cobra a vinda de mais reforços

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:48

O Palmeiras, enfim, atendeu aos pedidos do técnico Luiz Felipe Scolari. Depois de muito esbravejar e cobrar, o treinador finalmente ganhou um centroavante: Wellington Paulista. Ex-companheiro dele no Cruzeiro, o atacante Kleber elogia as virtudes do reforço alviverde, mas faz questão de jurar que não teve influência no negócio. Além disso, cobra a vinda de mais atletas para o Brasileirão e lamenta a saída do zagueiro Danilo no meio do ano, vendido ao Udinese-ITA.

- Para o Campeonato Paulista está bom. Mas para o Brasileiro, não. Vai ser complicado. São muitas rodadas, e nós vamos perder o Danilo. Foi um erro vendê-lo. Ele é o melhor zagueiro do Brasil no momento – lamentou.

Kleber e Wellington Paulista conseguiram levar a Raposa até a decisão da Taça Libertadores. Faltou muito pouco para o título ficar em Belo Horizonte. O time celeste vencia por 1 a 0, no Mineirão, mas permitiu a virada do Estudiantes-ARG, em uma noite de muita inspiração do veterano meio-campista Verón.

- O Wellington jogou muito bem no Cruzeiro. Eu fazia dupla com o Thiago (Ribeiro), e ele entrava sempre. Mesmo entrando durante os jogos, foi artilheiro do clube na temporada (2009), com 26 gols. Isso mostra a qualidade dele. Ele é um jogador referência. Vai ajudar bastante porque não temos um jogador assim no elenco. Ele é parecido com o Dinei, que nós perdemos por lesão – ressaltou o Gladiador.

Kleber, porém, não quer ser visto como o avalista para a chegada do novo centroavante. O atacante garante que não indicou e não participou das conversas para o negócio ser concretizado. O empresário dele, Giuseppe Dioguardi, foi um dos presentes na reunião em que o Cruzeiro liberou o atleta para o Palmeiras.

- Quero deixar bem claro que não participei das conversas com o Wellington Paulista. Eu só fui perguntado sobre o que achava e disse que era um bom jogador. Eu nem falei com o Wellington – finalizou.      

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame